LITORAL: Comunidade católica de Macaé celebra Corpus Christi

Diocese de Nova Friburgo, 23 de junho de 2022
Acessos: 421


Na Avenida Elias Agostinho, diante do mar da Praia de Imbetiba, a comunidade católica de Macaé se reuniu na quinta-feira (16) para celebrar Corpus Christi, um dia especial também por marcar o retorno da Missa campal após dois anos da pandemia da Covid-19.

“Esta celebração também é dedicada a todos os nossos irmãos que faleceram ao longo desses dois anos de pandemia”, relembrou Pe. Gleison Lima, Vigário Episcopal do Litoral e Pároco da Paróquia Santo Antônio, que presidiu a celebração.

 

Ao proferir a homilia, o Pe. Frei Wellington Porfirio, da Paróquia Santo Antônio, resgatou a importância desta celebração para a Igreja Católica, que há 800 anos comemora a experiência de estar diante do Corpo de Cristo.

- Esta festa existe para celebrar o Corpo de Cristo como Sacramento, para ser adorado e celebrado por nós. E ao longo de 800 anos de devoção à Santíssima Eucaristia meditamos sobre muitas coisas. E uma delas, que é próprio de Deus, é o amor, que por muitas vezes ouvimos, mas que também parece estar esvaziada em muitos corações. A Eucaristia é a expressão do amor de Cristo e precisamos entender que o amor é o que está no detalhe, no que é sutil e delicado, mas não o que é o básico. E aí está o grande significado deste dia: Deus nos ama, e na Eucaristia, ele habita em nós. Cristo veio a nós como carne, a nossa semelhança, e se sacrificou por nós! Só neste mistério já seria amor suficiente. Mas como Deus é Deus, e Deus ama, ele deixou o seu Corpo e seu Sangue. Mas este é o detalhe que representa o seu amor, exagerado, por nós - destacou Frei Wellington.

Após a Missa campal, a celebração de Corpus Christi também contou coma procissão que seguiu da Imbetiba até o Centro de Macaé. “Agradecer a todos que contribuíram com a realização desta celebração, e a todos vocês que escutaram o chamado e que juntos celebramos. Nesta procissão levaremos Jesus e que a nossa atitude ao longo deste caminho seja orante, contemplativa e adoradora. É Jesus no meio de nós - anunciou Pe. Gleison.

 

A procissão seguiu da Praia de Imbetiba até a Praça Veríssimo de Melo. No percurso, os fiéis acompanharam a passagem do Corpo de Cristo sobre os tapetes de sal confeccionados por quase mil pessoas na Rua da Igualdade.

A celebração contou com a participação dos sacerdotes: Pe. Fábio Felippe e Pe. Jorge Moreira, da Paróquia Nossa Senhora de Fátima; Pe. Bruno de Freiras, da Paróquia Nossa Senhora das Graças, Lagomar; Pe. José Andrio da Silva, da Paróquia Nossa Senhora da Glória; Monsenhor José Luiz Bustamante, da Paróquia São João Batista; Pe. Luiz Carlos Pedrini, da Paróquia Nossa Senhora de Lourdes, Aroeira; Pe. Marcelo Talon, da Paróquia São Paulo Apóstolo; além dos Diáconos Alcides e Sérgio Catão.

Texto:Pascom da Paróquia Santo Antônio (Macaé)
Foto:Pascom da Paróquia Santo Antônio (Macaé)

 


Compartilhe