Nova Coordenação Diocesana de Catequese é anunciada durante a Missa de Encerramento do Ano Catequético

Diocese de Nova Friburgo, 23 de novembro de 2021
Acessos: 192


Na manhã do sábado (13/11), aconteceu na Catedral Diocesana São João Batista, em Nova Friburgo, a Missa de Encerramento do Ano Catequético. A celebração foi presidida pelo Bispo Diocesano, Dom Luiz Antonio Lopes Ricci, e contou com a participação de diversos catequistas, tudo obedecendo aos protocolos da pandemia de Covid-19.

Concelebraram: o Vigário Geral e Pároco da Catedral Diocesana, Pe. Jorge Eduardo Coimbra do Almo; o Assessor Diocesano da Pastoral Catequética, Pe. Wellington Moreira; o Assessor da Pastoral Catequética no Vicariato Norte; Pe. Arnaldo Carvalho; o Vigário Paroquial da Catedral, Pe. Marcus Vinícius Muros; e o Pároco da Paróquia Santa Rita de Cássia, em Floresta – Cantagalo, Pe. Pablo Guimarães.

 

“Que bom estarmos reunidos hoje presencialmente em torno do altar. Faz um uns dias que nos reunimos por meio de uma LIVE, e sentimos a presença de Deus, mas hoje estamos aqui em torno do altar para essa Missa de ação de graças deste Ano da Catequese que termina”, disse Dom Luiz Antonio ao iniciar esta celebração, também transmitida AO VIVO pelas redes sociais da Diocese (Facebook e Youtube).

- Queridos catequistas que aqui estão. Vocês representam os catequistas de nossa Diocese. Não é possível acolher todos, por conta das restrições (da pandemia), mas estamos aqui irmanados, vocês aqui e outros irmãos que nos acompanham pelas redes sociais. O amor de Cristo e o amor a Cristo nos uniu. Mesmo com restrições e distanciamento, estamos unidos na fé. Gratidão por esse serviço generoso que vocês catequistas realizam a favor da evangelização, na educação da fé dos nossos jovens, crianças e adultos... Gratidão pela presença por aquilo que vocês são e fazem na Igreja – manifestou o Bispo ao iniciar a homilia.

Falando sobre a missão dos catequistas, o Epíscopo refletiu.   

- A transmissão da fé é obra de Deus, e nós somos colaborações de Deus nesta obra. O fato de ser colaboradores nos enche de alegria. O próprio Jesus diz: ‘existe mais alegria em dar do que em receber’. Nós colaboramos com Jesus na obra da evangelização, na transmissão da fé, no acompanhamento, na orientação, na transmissão de valores, no anúncio do Evangelho. Isso é causa de alegria! Por isso, vejo muita alegria no olhar dos nossos catequistas. É difícil encontrar um catequista triste, pois por mais difícil que seja a missão, e sabemos que é, vemos alegria no olhar de vocês. Essa alegria vem exatamente dessa consciência que somos colaboradores de Deus, escolhidos por Ele. Ser catequista é uma escolha de Deus. Vocês foram escolhidos por Ele, por meio da Igreja, mas foram chamados por Ele... A Catequese é uma obra de amor.... é um privilégio, uma missão e uma responsabilidade muito grande.

 

Prosseguindo, Dom Luiz Antonio afirmou. “Sabemos que vocês fazem muito, cada um com seus dons, seus talentos, em equipe, como se organizam nas paróquias para acompanhar bem os jovens e adultos, para a Liturgia. Quantos fatos tão bonitos os nossos catequistas realizam junto às crianças, jovens e adultos, nas nossas celebrações”. O Bispo também falou a respeito do mosaico que os catequistas disponibilizaram no presbitério, contendo as fotos das atividades antes e durante a pandemia. Junto ao mosaico, estava um quadro com a imagem de São José de Anchieta, padroeiro dos catequistas.

A respeito dos impactos da pandemia sobre a Catequese, Dom Luiz Antonio disse. “Mesmo na pandemia, encontramos caminhos inspirados por Deus, também a partir da nossa criatividade, pois o Espírito é criador, é criativo e se somos guiados pelo Espírito Deus suscita em nós alternativas para amenizarmos esse distanciamento, por conta da pandemia. Vocês encontraram caminhos. Cada um a seu modo procurou manter essa proximidade com as crianças, jovens e adultos.

 

E, falando sobre esse momento de ação de graças, que é o Encerramento do Ano Catequético, finalizou a pregação.

- Aqui estamos para agradecer a Deus. Encerramos um ano. É um período cronológico, mas a missão continua... A Catequese é um encontro vivo com Cristo vivo... Agora vamos prosseguir com esse mesmo entusiasmo. Agradeço a tudo que vocês fizeram, fazem e farão. Agradeço, acima de tudo, à perseverança de vocês... Se perseverar na missão não é fácil, perseverar nesta missão tão nobre de ser catequista, no meio de uma pandemia, tem um valor enorme para Deus. Perseveramos no meio de uma tempestade. Deus está muito feliz conosco. Por isso, essa Missa é de ação de graças pelo ano.

Antes da bênção final, Dom Luiz Antonio manifestou sua gratidão à Paula Goretti, pelos últimos seis anos se dedicou na Coordenação Diocesana da Pastoral Catequética, e anunciou a nova coordenação composta por Fabiano Paulino Fiel, novo coordenador, e seu vice, Luciano Formiga. Ambos coordenavam, até o momento a Pastoral Catequética em seus vicariatos, Fabiano – Vicariato Sede, Luciano – Vicariato Litoral.

 

Palavras de gratidão ao Bispo Diocesano foram manifestadas por Fabiano Fiel e por Pe. Wellington Moreira. Os catequistas presentearam Dom Luiz Antonio com uma imagem de São José de Anchieta.

Texto:Grasiele Guimarães
Foto:Grasiele Guimarães

 


Compartilhe