LITORAL: Juventude das comunidades litorâneas se reúne no DNJ 2021

Diocese de Nova Friburgo, 09 de novembro de 2021
Acessos: 65


Uma programação recheada de atividades voltadas aos jovens. Assim aconteceu a edição 2021 do Dia Nacional da Juventude (DNJ) promovido pelo Setor Juventude do Vicariato Litoral. O evento, que aconteceria em 24 de outubro, teve sua data transferida para o dia 31 do mesmo mês, devido ao falecimento do Pe. João Machado Evangelho, que era Pároco da Paróquia Nossa Senhora da Conceição, em Rio das Ostras, comunidade que sedia esta edição do DNJ. Por este motivo, o local do evento também foi modificado e a Paróquia Nossa Senhora de Fátima, em Macaé, prontamente acolheu a juventude neste dia.

 

Obedecendo aos protocolos da pandemia de Covid-19, o evento aconteceu presencialmente. A programação deste dia incluiu momentos de louvor, oração, pregações, adoração ao Santíssimo Sacramento, entre outras atividades, culminando com a Santa Missa presidida pelo Vigário Episcopal do Litoral, Pe. Gleison Lima. Concelebraram: o Coordenador de Pastoral do Vicariato Litoral e Pároco da comunidade anfitriã, Pe. Fábio Felippe, e o Assessor Eclesiástico do Setor Juventude na Diocese, Pe. Luis Antonio Fernandes.

- É com alegria que nos encontramos aqui para encerrar mais uma jornada do Dia Mundial da Juventude. Aqui na Casa da Mãe, nesta igreja que nos acolhe, saúdo e cumprimento o Pe. Fábio. Agradeço ao Pe. Luis Antonio responsável pelo Setor Juventude de nossa Diocese e por esse encontro, que teve a coragem de levar a término este encontro no dia de hoje, mobilizando todos vocês, a quem agradeço a disponibilidade e generosidade – com essas palavras o Pe. Gleison iniciou a Santa Missa.

Na pregação, Pe. Gleison Lima fez duas indagações. “Se perguntassem para vocês duas coisas qual seria a resposta. Primeira: O que vocês estão fazendo aqui hoje? A segunda: Por que vocês estão aqui hoje?”. Em seguida, refletiu.

- Se faltar razões para essas duas perguntas pode ser igual estar aqui ou estar em outro lugar. Por que estamos aqui? Um santo dos primeiros séculos chamado São Columbano, ele foi capaz de cunhar uma expressão que depois foi musicada, ele dizia: tudo por causa de um grande amor. Esse grande Amor, com letra A maiúscula, para nós é uma pessoa, para nós é Deus. E por que estamos aqui hoje? Podemos dizer: por causa de um grande Amor, por causa de Deus.

Prosseguindo, o presbítero disse. “Tudo por causa de um grande Amor. Uma palavrinha tão pequena, mas tão banalizada de sentido: amor. Conhece há cinco minutos e já diz que ama. Amor verdadeiro é aquele que nos exige sacrifício. Amor verdadeiro para nós é o exemplo da cruz”.

3 e 4

 

Finalizando a pregação, o sacerdote refletiu sobre o lema escolhido para o DNJ de 2021: “Que sejam um!” (Jo 17,21), “Não seremos um só porque amamos a Deus. Não! Seremos um quando formos capazes de amar a Deus e amar aquele que está perto de nós”.

Nos minutos finais o Pe. Luis Antonio Fernandes e o Coordenador do Setor Juventude no Litoral, o jovem Felipe, manifestaram seus agradecimentos. Ao final, o Vigário Episcopal anunciou que o DNJ 2022 será realizado na Paróquia Nossa Senhora das Neves, em Córrego d’Ouro, em Macaé, da qual o Pe. Luis Antonio é Pároco.

Texto:Grasiele Guimarães
Foto:Setor Juventude do Litoral

 


Compartilhe