Diocese promove formação para dar início à Pastoral da Escuta

Diocese de Nova Friburgo, 22 de outubro de 2021
Acessos: 330


Na tarde do sábado (16/10), aconteceu a primeira reunião da Pastoral da Escuta no Vicariato Episcopal Sede, dando os primeiros passos para o desenvolvimento da Pastoral da Escuta na Diocese. O encontro foi conduzido pelo Pe. José Roberto Rosa, OCS, que é Mestre de noviços da Congregação Oblatos de Cristo Sacerdote (OCS), em Monnerat; cursou Psicologia, fez pós-graduação em Fenomenologia (São José do Rio Preto) e pós-graduação em Terapia de Família (PUC – SP) e assessora os primeiros passos da Pastoral da Escuta na Diocese.

Ao iniciar a formação, Pe. José Roberto Rosa já surpreendeu os participantes com uma importante indagação: Você gosta mais de falar ou de ouvir? Após esta pergunta, o presbítero explicou sobre a nova pastoral diocesana. “Pastoral da Escuta é um segmento da Igreja Católica que tem por missão acolher a pessoa que tem a necessidade de alguém que a escute com ouvidos cristãos”.

 

Durante sua fala, o sacerdote explicou que este é o primeiro de outros encontros promovidos pela Pastoral da Escuta, justamente para formar os agentes, afinal existem muitos cursos para treinar a oratória, mas para aperfeiçoar o dom da escuta não. “Seus ouvidos são ouvidos cristãos?”, perguntou Pe. José Roberto enfatizando que “você como pessoa inteira é todo cristão”.

O sacerdote reforçou ainda a importância da acolhida aos irmãos que recorrerem ao auxílio desta pastoral, e explicou o objetivo da Escuta como Pastoral.

- A Palavra ‘pastoral’ deriva de pastor’; aquele que apascenta e conduz as ovelhas para lugar seguro, com pastagem, água e sem predadores. Jesus Cristo é o Bom Pastor. A Igreja é a pastora enviada por Ele; logo, cada segmento pastoral deve estar ligado à Igreja e por ela enviado. Cristo enviou os discípulos em seu nome, para que fossem onde Ele gostaria de ir e comunicassem o que Ele gostaria de comunicar, num primeiro momento comunicassem a paz.

E utilizando a Constituição Pastoral Gaudium et Spes, sobre a Igreja no mundo atual, prosseguiu com a formação.

“Em nossos dias, urge a obrigação de nos tornamos o próximo de todo e qualquer homem, e de servi-lo efetivamente quando vem ao nosso encontro (...). As alegrias e as esperanças, as tristezas e as angústias dos homens de hoje, sobretudo dos pobres e de todos aqueles que sofrem, são também as alegrias e as esperanças, as tristezas e as angústias dos discípulos de Cristo; e não há realidade alguma verdadeiramente humana que não encontro eco no seu coração. A Igreja sente-se real e intimamente ligada ao gênero humano e à sua história”. (GS 1; 27; apud CNBB 109, n.172).

 

É importante destacar que a formação acerca da Pastoral da Escuta já foi realizada no Vicariato Litoral, no início do mês, em 3 de outubro, na Paróquia Nossa Senhora da Saúde, em Casimiro de Abreu, com expressiva participação de futuros agentes. Em 30 de outubro, às 14h30, será a vez do Vicariato Norte receber a formação, prevista para acontecer na Paróquia Nossa Senhora da Guia, em Monnerat.

Texto:Grasiele Guimarães
Foto:Grasiele Guimarães

 


Compartilhe