Bispo preside Missa em ação de graças pelo 2º ano da dedicação do Oratório Nossa Senhora de Fátima, em Nova Friburgo

Diocese de Nova Friburgo, 21 de outubro de 2020
Acessos: 421


Na manhã de 13 de outubro, o Bispo Diocesano, Dom Luiz Antonio Lopes Ricci, presidiu a Santa Missa em ação de graças pelo 2º ano da dedicação do Oratório Nossa Senhora de Fátima dos Arautos do Evangelho, situado em Nova Friburgo.  A Santa Missa aconteceu no dia em que a Igreja celebra a última aparição de Nossa Senhora em Fátima.

Saudando o Assistente Espiritual dos Arautos do Evangelho (Nova Friburgo), Pe. Lourenço Isidoro Ferronato, EP; Dom Luiz Antonio dirigiu-se também aos demais concelebrantes. Na oportunidade acolheu aos professores presentes na Santa Missa, já parabenizando a todos pelo Dia do Professor, comemorado em 15 de outubro.

 

O Sucessor dos Apóstolos iniciou a pregação recordando que esta é a sua primeira visita ao Oratório Nossa Senhora de Fátima, sendo realizada numa data muito especial: 13 de outubro, dia em que celebramos a 6ª aparição de Nossa Senhora em Fátima. Sequencialmente, explicou que nesta que encerra o ciclo das aparições de Nossa Senhora em Fátima, no ano de 1917, a Virgem nos pede para rezar o Rosário.

Prosseguindo, Vossa Excelência falou a respeito da dedicação da Capela Nossa Senhora de Fátima.

- Há dois anos, nessa data tão significativa para a Igreja e para os Arautos, esse Oratório foi dedicado. Começo com essa palavra: dedicação. Costumamos dizer: essa pessoa é dedicada, procura fazer da melhor maneira aquilo que é confiado a ela, procura colocar os seus dons a serviço de Jesus Cristo. Os dons nos são dados para que possam produzir frutos! É para o bem comum que recebemos os dons e os talentos de Deus. A pessoa dedicada é aquela que faz tudo com amor e por amor, apesar dos limites... Quando falamos em dedicar uma Igreja a intenção é essa: nós Igreja Viva, povo de Deus, possamos ser cristãos dedicados a Ele e a serviço Dele...

 

Recordando o Milagre do Sol, ocorrido na última aparição de Nossa Senhora em Fátima, o Prelado enfatizou que Jesus é o Sol da justiça, da verdade, Ele que nos ilumina, pois não temos luz própria, é Deus que nos ilumina. “Que esse Sol possa nos aquecer, nos iluminar e dissipar as nossas trevas”, suplicou.

Referindo-se às leituras escolhidas para este dia, que destacam Maria aos pés da cruz, alertou. “Estamos aqui num dia de festa, de ação de graças, mas também com Maria aos pés da cruz. Estamos em meio a uma pandemia, se já tínhamos situações difíceis, estas se agravaram ainda mais. Celebrar Nossa Senhora de Fátima significa estar conectados a todas as realidades do Brasil e do mundo”. 

 

Antes da benção final, Pe. Lourenço agradeceu à presença do Epíscopo, dos demais sacerdotes. Oportunamente recordou cada um dos benfeitores que colaboraram e ainda colaboram na edificação deste templo. Por fim, fez memória às palavras de Nossa Senhora em Fátima: “O Meu Imaculado Coração Triunfará”, lembrando a todos que o objetivo deste Oratório é “irradiar a graça de Deus através dos Sacramentos, propagar a mensagem de Fátima e incentivar ao que Nossa Senhora tanto frisou: devemos rezar diariamente o Santo Rosário”. Após estas palavras, Dom Luiz Antonio foi presenteado pelos Arautos do Evangelho, recebendo um Santo Terço.

Texto:Grasiele Guimarães
Foto:Arautos do Evangelho (Nova Friburgo)

 


Compartilhe