Celebrando os 50 anos do Mês da Palavra, Equipe Diocesana dos Círculos Bíblicos realiza programação on-line

Diocese de Nova Friburgo, 28 de setembro de 2021
Acessos: 243


“Quando entrar setembro e a boa nova andar nos Campos. Quero ver brotar o perdão, onde a gente plantou” (Sol de Primavera – Beto Guedes).

Iniciamos o mês de setembro com a ideia dessa “boa nova”. Viemos carregados de expectativas e esperanças. Setembro, deste o início, nos trouxe uma bagagem de boas novas. Em setembro, é o mês dedicado à Palavra de Deus! A Palavra que é motivação a todos em nosso cotidiano, nas Pastorais, nos Movimentos e grupos. Por isso, celebramos.

Neste ano, o Mês da Bíblia completa 50 anos. A cada ano, dedicado a um livro da Bíblia é escolhido para estudo, reflexão e partilha. Em 2021, o escolhido foi o livro de Gálatas, carta escrita por Paulo, que nos traz uma revelação: ‘É para liberdade que Cristo nos libertou.’

Meditar é uma forma de oração: “para o Cristão, ‘meditar’ é procurar uma síntese – significa colocar-se diante da grande página da Revelação para procurar fazer com que se trone nossa, assumindo-a completamente. E depois de acolher a Palavra de Deus, o cristão não a mantém fechada dentro de si, porque aquela Palavra deve encontrar-se com outro livro, ao qual o Catecismo chama: o da vida.” (cf. CIC, 2706 – Papa Francisco: Audiência Geral – Catequese, 28 de abril de 2021).

É na liberdade, expressa na carta, que somos convidados a viver: “Não há penitência melhor do que aquela que Deus coloca em nosso caminho todos os dias” (Dom Hélder Câmara).

O mês da Bíblia não é só para os grupos de Círculos Bíblicos, mas para toda a Igreja e principalmente para leigos e leigas comprometidos na missão evangelizadora.

Através dos Círculos Bíblicos, nos propomos a anunciar a Boa Nova de Jesus, para fazer brotar o amor, o perdão e a paz. “Todos temos necessidade de meditar, de refletir, de nos encontrarmos a nós mesmos, é uma dinâmica humana” (Papa Francisco).

Este ano, devido à pandemia, fomos obrigados a celebrar, comemorar o mês de setembro de maneira diferente, com responsabilidade e consciência. Com muita dedicação, carinho e trabalho, a ‘Equipe de Coordenação Diocesana dos Círculos Bíblicos da Diocese de Nova Friburgo’ preparou uma programação para contribuir e para que as comunidades e grupos avancem na relação com a Palavra de Deus. E para que essa Palavra estivesse ainda mais presente na vida das pessoas, fazendo florescer o Reino de Deus.

É isto que procuramos fazer cada vez que meditamos a Palavra.

Foi realizada uma sequência de ‘Lives’. Uma linha do tempo para registro:

 

Dia 03/09 (1ª Live)

A Irmã Izabel Patuzzo, Setor Bíblico Catequético da CNBB, nos conduziu no tempo para que pudéssemos entender o significado da festa dos “50 anos” de dedicação do Mês da Bíblia, nos contando a história e a simbologia do porquê ser escolhido o mês para celebrar a palavra de Deus. Fez uma bela “Introdução do livro escolhido para o Mês da bíblia deste ano – palavra de Deus, a Carta aos Gálatas”.

O Bispo Diocesano, Dom Luiz Antonio Lopes Ricci, fez a abertura da programação e conduziu o encontro, do qual também esteve presente Rafael França, membro da Equipe de Coordenação Diocesana dos Círculos Bíblicos.

 

 

Dia 10/09 (2ª Live)

Fatinha Castelan, do Coordenação Nacional do CEBI (Centro Ecumênico dos Estudos Bíblicos), nos falou sobre a necessidade de romper com as diferenças, porque em ‘Cristo Somos um’, no Capítulo 3, 26 – 29 da Carta de Paulo aos Gálatas.

Dom Luiz Antônio, que trouxe a reflexão do texto da Primeira Carta a Timóteo 1, 12 - 13: “Sou agradecido para com aquele que me deu força. Cristo Jesus, nosso Senhor, que me julgou fiel, tomando-me para o seu serviço, a mim que outrora era blasfemo, perseguidor e insolente. Mas obtive misericórdia, porque agi por ignorância, na incredulidade”. E desenvolveu: “A ignorância é muito atual e é, a raiz de toda perturbação”.

Estiveram presentes: Leonardo, Coordenador Diocesano de Liturgia e Membro da Equipe de Coordenação Diocesana dos Círculos Bíblicos, que fez a meditação de abertura do encontro; e Rafael França, Membro da Equipe de Coordenação Diocesana dos Círculos Bíblicos.

 

 

Dia 16/09 (3ª Live)

Frei Isidoro Mazzarolo, um grande amigo da Diocese, que foi Professor, animador do IFAP e Professor no Instituto Redemptoris Mater, em Macaé, nos brindou com suas reflexões sobre a Carta aos Gálatas numa perspectiva da importância dos Círculos Bíblicos. Estiveram presentes: Pe. Mauro Nunes, Assessor Diocesano dos Círculos Bíblicos, Pastorais e Movimentos Sociais, que fez a abertura do encontro, e Rafael França, membro da Equipe de Coordenação Diocesana dos Círculos Bíblicos.

 

 

Dia 23/09: Encerramento (4ª Live)

Pe. Leonardo Agostini – da Arquidiocese do Rio de Janeiro, Biblista e Professor da PUC, conduziu a reflexão da Carta de Paulo aos Gálatas e a relação Cristológica, Eclesiológica e Pastoral. Estiveram presentes: Pe. Mauro Nunes, Assessor Diocesano dos Círculos Bíblicos, Pastorais e Movimentos Sociais, que fez a abertura do encontro, e Rafael França, membro da Equipe de Coordenação Diocesana dos Círculos Bíblicos.

Foi lembrado, em cada live, o Setembro Amarelo – ‘Campanha de prevenção ao Suicídio’, iniciada em 2015 e no Brasil, o mês foi escolhido porque, desde 2003, o dia 10 de setembro é lembrado como o Dia Mundial de Prevenção do Suicídio. Neste ano de 2021, a Diocese de Nova Friburgo também abraçou o Tema.

Cada Live foi transmitida com o auxílio da Pastoral da Comunicação da Diocese de Nova Friburgo.

 

 

Agradecimento

A Equipe de Coordenação Diocesana dos Círculos Bíblicos aproveita para agradecer a toda Diocese pela participação, apoio, e lembra a todas e todos que não conseguiram assistir, ou que queiram rever as Lives, que estarão todas disponíveis nas redes sociais da Diocese de Nova Friburgo: Facebook e Youtube.

Agradecimentos também aos sacerdotes, à Coordenação de cada Pastoral, às Secretarias Vicariais por facilitarem a chegada da programação às pastorais e facilitado, mensalmente, a chegada dos Roteiros para ajudar nas reflexões dos grupos de Círculos Bíblicos.

E pedimos a Deus, com Intercessão da Mãe e Padroeira da Diocese Nossa Senhora Imaculada Conceição, que no próximo ano possamos realizar o evento presencialmente e com segurança. Que seja tão espetacular como foi este ano, virtualmente, com participação intensa e massiva de toda Diocese. Conseguimos avançar para além das fronteiras da Diocese, realizando assim um evento inter-Diocesano.

Nos colocamos à disposição para contribuir com as Paróquias que ainda não possuem grupos de Círculos Bíblicos. E, com as que já possuem, nos dispomos a somar no que for preciso.

O Mês de setembro está encerrando, mas com a consciência de que a programação serviu para fomentar, fortalecer, alimentar, aproximar e motivar.

A Palavra de Deus é a semente no chão da nossa Comunidade Diocesana.

 

“Quando rezamos, falamos com Deus, quando lemos a Sagrada Escritura, Deus fala conosco”. São Jerônimo, rogai por nós!  GRATIDÃO!

Texto:Equipe Diocesana de Coordenação dos Círculos Bíblicos
Foto:Equipe Diocesana de Coordenação dos Círculos Bíblicos

 


Compartilhe