Coordenadores da Pastoral dos Coroinhas participam de 1º Encontro Diocesano de Formação

Diocese de Nova Friburgo, 09 de setembro de 2021
Acessos: 137


No último sábado (4/9), aconteceu no Seminário Diocesano Imaculada Conceição, em Nova Friburgo, o 1º Encontro Diocesano de Formação para coordenadores da Pastoral dos Coroinhas. O encontro contou com a presença de coordenadores dos três vicariatos que compõem a Diocese de Nova Friburgo e transcorreu seguindo os protocolos necessários para evitar a propagação do coronavírus. 

 

O encontro teve início com café da manhã, seguido de oração conduzida pela Coordenadora Diocesana da pastoral, Magna Peçanha, que convidou os participantes a fazerem memória dos momentos marcantes da caminhada pastoral. Em seguida, fez referência às passagens do Evangelho que revelam que Jesus por várias vezes subia ao monte para rezar. E refletiu. 

- Não por acaso, neste momento tão difícil que estamos vivendo, com tantas perdas e tantas dificuldades por conta da pandemia, sem a possibilidade de acontecer o Encontro Diocesano de Coroinhas, que é sempre um momento tão festivo, somos agraciados com a possibilidade de um 1º Encontro Diocesano de Formação para os coordenadores desta pastoral. Assim como Jesus fazia, estamos aqui neste lugar lindo, no alto do monte, para a oração, formação e partilha. Para que então, nutridos com a Palavra de Deus, e com ânimo renovado possamos aos poucos, retomar a dinâmica pastoral.

 

Em seguida, todos acolheram com muita alegria a presença do Bispo Diocesano, Dom Luiz Antonio Lopes Ricci, que saudou a todos e falou sobre a alegria de poder participar deste encontro. E iniciou o momento de formação sobre Vocação, citando o Evangelho de São Marcos acerca do chamado de Jesus: “chamou os que Ele quis. E foram a ele” (Mc 3,13). “A ênfase está na resposta: “foram a ele”. Durante a formação, Dom Luiz destacou a vocação em suas diferentes dimensões: chamado à vida; chamado à vida cristã; chamado à vocação específica e o chamado à santidade. O exercício da nossa verdadeira vocação nos leva à santidade, que nos leva à felicidade, ressaltou. Em seguida, refletiu sobre a violência que mata e fere a dignidade dos adolescentes e jovens, sobretudo, aqueles que moram nas periferias, negros e pobres. Por fim, destacou que todos somos educadores e que precisamos educar para o amor, para o diálogo e respeito para com o todos.

Logo após a fala de Dom Luiz, o Coordenador Diocesano de Pastoral, Pe. Alexandre Albuquerque, também direcionou uma fala aos coordenadores, dizendo sobre a importância de se considerar a realidade dos coroinhas, de não perder de vista as famílias por trás deles, e sobre a responsabilidade que todos devem ter ao utilizar as redes sociais, sobre o que postam e o que falam. Uma vez que as crianças e adolescentes têm nas lideranças sua referência, e o que é postado ou falado, de certa forma, reverbera neles.

Dando seguimento, Magna Peçanha tomou a palavra e agradeceu à presença de Dom Luiz Antonio e do Pe. Alexandre. Em seguida, entregou solenemente ao Bispo a proposta do Diretório da Pastoral dos Coroinhas, elaborado a partir das muitas visitas às paróquias e vicariatos desde que assumiu a coordenação diocesana, no final do ano de 2017.

 

Após o almoço, houve o segundo momento de formação, desta vez com a psicóloga e Coordenadora Diocesana da Pastoral Vocacional, Jociara Souza, que falou acerca da valorização da vida – tendo em vista a Campanha “Setembro Amarelo” – abraçada pela diocese de Nova Friburgo, como forma de tocar nesta realidade tão dura, que é o suicídio, e contribuir na prevenção a partir de formação dos agentes de pastoral, com profissionais da área da Saúde Mental. 

Jociara frisou a importância de escutar, acolher e sempre que necessário, encaminhar aqueles que passam por algum tipo de sofrimento e que nem sempre encontram escuta e acolhimento. Ressaltou ainda, que não se deve tecer julgamentos ou tentar mensurar, minimizar a dor do outro. Por fim, trouxe uma reflexão a partir da Oração de São Francisco, reafirmando a necessidade de sermos instrumento de paz, de levarmos amor; perdão, união, fé, verdade, esperança, alegria e luz; e, assim cada pessoa possa redescobrir os valores para chegar à superação e ressignificação do sofrimento, reencontrando o sentido da vida.

Ao final, Magna agradeceu à Jociara pela presença e partilha tão enriquecedora e profunda. Agradeceu ainda ao Vice-Reitor, Pe. Rafhael Costa dos Santos, na pessoa do seminarista Matheus Beltrão Schiavon em nome da Pastoral dos Coroinhas, pela acolhida tão generosa no Seminário Diocesano. Por fim, agradeceu a presença e participação de todos. O encontro foi encerrado com a oração do seminarista Pedro Igor Medeiros.

Texto:Magna Peçanha (Coordenadora Diocesana da Pastoral dos Coroinhas)
Foto:Pastoral dos Coroinhas

 


Compartilhe