No dia da padroeira, Paróquia do Carmo recebe Dom Luiz celebrando seu 3º ano de episcopado

Diocese de Nova Friburgo, 20 de julho de 2020
Acessos: 64


Apesar da Pandemia, com as adaptações necessárias, o dia 16 de julho – Festa de Nossa Senhora do Carmo, foi para todos os paroquianos, um momento maravilhoso, inesquecível. Já ao raiar do dia, Igreja aberta e lindamente ornamentada, com a presença fervorosa, alegre, vibrante e incansável do Pároco, Pe. Alex de Paiva, e ao repique de sinos, nossa Banda, anunciavam a saudação a nossa Mãe, a Virgem Maria.

Às 10h, houve bênção e imposição do Escapulário, recebido pelo Frade Carmelita, Simão Stock, em uma visão de Nossa Senhora do Monte Carmelo, como um sinal da proteção que a ela tinha pedido.

Às 13h, teve início “a visita da Mãe” aos seus filhos, que a aguardavam em seus lares com a família reunida em torno dos pequenos altares organizados com gosto, alegria e fé, e que, emocionados até às lágrimas, ouviam do ungido padre: “Nossa Senhora veio abençoar você... e sua família”, dizendo o nome dos que ali estavam. E para maior júbilo, a partir das 17h, esta pequena grande carreata esteve clericalmente enriquecida com a presença do Bispo Diocesano, Dom Luiz Antonio Lopes Ricci.

Às 19h30, pela live, teve início a Santa Missa, presidida por Dom Luiz Antonio, que completando nesse dia 3 anos de sua ordenação episcopal, dirigiu-se até o Carmo para celebrá-lo nesta Igreja Matriz, proporcionando imensa alegria de todos os paroquianos. Pe. Alex, visivelmente muito emocionado, agradecia a Nossa Senhora esse carinho especial; agradecimento reforçado por Dom Luiz Antonio, demonstrando muita alegria celebrar a data na localidade.

Em sua homilia, destacou no Evangelho a humildade de Nossa Senhora, que esperava do lado de fora para falar com Jesus. “Todo aquele que faz a vontade de meu Pai que está nos céus, esse é meu irmão, minha irmã e minha mãe” (Mt 12,46-50), E concluiu belissimamente ao dizer que “nossas casas foram nesse dia o Monte Carmelo” e que “conservássemos esse Monte, pois subindo nele encontraremos Jesus.”

Após a Santa Missa, o andor de Nossa Senhora foi conduzido do interior da Matriz ao patamar em frente ao portão de entrada do Adro, sugestivamente ornamentado. E ali, ladeada por dois anjos, uma grande surpresa: num momento de muita emoção para todos, a imagem de Nossa Senhora foi coroada pelo Bispo Diocesano. Logo em seguida, houve queima de fogos.

Em seguida, Pe. Alex, um gigante da fé, “um atleta de Jesus, com impressionante postura e fôlego espiritual”, como muito bem disse a paroquiana Maria das Graças Megiolário, incansável, seguiu em uma procissão com a imagem da Virgem do Carmelo em volta da praça, fazendo o que ele mais gosta e recomenda: rezando, rezando, rezando.

Texto:Pascom da Paróquia Nossa Senhora do Carmo
Foto:Pascom da Paróquia Nossa Senhora do Carmo

 


Compartilhe