facebook  webmail-2  IOS NOVO  AND NOVO  anuario-icone

 

Newsletter

Inscreva-se aqui para receber as novidades da Diocese de Nova Friburgo.
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
sexta-feira-santa-2019No único dia do ano em que a Igreja não oferece o Santo Sacrifício da Missa, inúmeros fiéis da...
missa-do-crisma-e-inicio-do-triduo-pascal-reunem-clero-e-fieisA Igreja Católica no mundo celebrou na Quinta-feira Santa (18/4) as Missas do Crisma com a...
na-abertura-da-semana-santa-papa-destaca-humildade-de-jesusO Papa Francisco presidiu a Santa Missa do Domingo de Ramos e da Paixão do Senhor, 14/4, na...
procissao-do-encontro-reune-clero-e-fieis-na-catedral-diocesanaA Quarta-Feira Santa, 17/4, foi marcada por momentos de recordação, oração e reflexão durante...
sede-fieis-se-reunem-para-celebrar-o-domingo-de-ramosNo dia 14 de abril, a igreja celebrou o Domingo de Ramos. Por todo o Vicariato, foi possível...

Dom Edney celebra Domingo de Ramos na Catedral Diocesana

Domingo de Ramos é o dia que inaugura a “Semana das Semanas” no calendário litúrgico católico. No dia 14/4, às 9h, Dom Edney Gouvêa Mattoso celebrou a data com a Santa Missa, iniciada com a tradicional bênção dos ramos na Praça Getúlio Vargas, e finalizada, após a procissão, na Catedral de São João Batista.

site destaque 2019 bispocelebradomingoderamos 1

Além do povo de Deus que se aglomerou ao redor do coreto da praça, também lotando a Igreja-Mãe da Diocese, estavam presentes o Vigário Geral e Pároco, Pe. Marcus Vinicius Macedo; o Pe. Raphael dos Santos, Pároco de Santa’Anna de Japuíba e Mestre de Cerimônias; além dos seminaristas do Seminário Diocesano Imaculada Conceição.

Bênção dos Ramos

Em sua mensagem inicial, antes mesmo da benção dos ramos, Dom Edney apontou as disposições interiores que deveriam marcar as celebrações da semana que se iniciaria: a piedade, a oração e o recolhimento.

Após a benção, o Epíscopo fez uma breve reflexão acerca da dimensão do anúncio do Cristo Salvador nesses tempos tão difíceis para Sua Igreja. Para isso, recordou um texto recente do Papa Emérito Bento XVI. Nele, o Pontífice comparava a Igreja a uma rede de Deus que, jogada ao mar do mundo, trazia muitos peixes, bons e ruins. E justamente hoje, o que se via e saltava aos olhos era a efervescência dos peixes ruins. Por isso, era importante uma atitude pessoal de cada um – ‘eu também sou igreja, também faço parte dessa rede e eu quero estar contado entre os bons peixes que caem na rede do Senhor’.

site destaque 2019 bispocelebradomingoderamos 2

Antes de sair em procissão com o povo reunido, o Bispo exortou: “Toda procissão, por sua própria natureza, é um testemunho público da fé do povo de Deus. Muitas vezes as pessoas vão seguindo a procissão como quem vai passeando, e não é assim. A procissão é uma forma de oração”.

Continuação na Catedral

Chegando à Catedral, o povo que viera da procissão era impactado por uma bela surpresa – a inauguração da capela do Santíssimo, que passara por um longo processo de restauração desde o dia 15 de agosto de 2018.

Impactados pela beleza original da capela e pela profundidade do relato da Paixão de Cristo, proclamada no Evangelho, os fiéis ouviram a homilia do Bispo Diocesano, que teve como ponto central a frase: “É pela adesão a Cristo, na sua Paixão, Morte e Ressurreição, que somos salvos”.

site destaque 2019 bispocelebradomingoderamos 3

Dom Edney lembrou que “os sacramentos, as cerimônias, as celebrações litúrgicas são meios eficazes de nos fazer experimentar esse momento salvífico que perpassa os tempos e a história humana”. Adentrando o Mistério da Paixão, recordou um termo não muito corriqueiro, a Kenosi, referindo-se ao esvaziamento de toda condição divina de Cristo para assumir a humilhação da condição humana.

- Esse processo kenótico de esvaziamento começa já na Encarnação. Para mim, pessoalmente, sempre foi motivo de estupefação, admiração, adoração. ‘Como, Senhor, tu, Criador de todas as coisas, Força potente do Pai, pôde estar contido nos limites de nossa condição humana?’. Porque ao se encarnar, Jesus, o Filho de Deus, Palavra Criadora, teve que se submeter às leis da natureza.

O Epíscopo desejava expor enfaticamente que essa estupefação, ao contrário do termo Kenosi, poderia se tornar corriqueira pelo fato de ser ouvida tantas vezes – afinal, quem nunca ouviu que Cristo “era igual a nós em tudo, como nos diz o Apóstolo, exceto no pecado”?

Veja mais fotos clicando aqui

A meditação desse Mistério que nos salva, que também passa pela admiração da total obediência e humildade de Cristo, jamais deveria se transformar em algo simplório. Era essa a mensagem que Dom Edney transmitia do púlpito.

site destaque 2019 bispocelebradomingoderamos 4

Finalizando, ressaltou dois fatos importantes no relato da Paixão: a entrega total de Cristo (que não pouparia nem mesmo Sua Mãe, ao entregá-la a João, simbolizando a entrega à humanidade) e o Seu perdão. Sobre esse último, afirmou:

- “Perdoa-lhes, Pai, porque eles não sabem o que fazem”. Vejam: Jesus não diz “Perdoa a esses, Pai, porque eles não sabem o que estão fazendo”. Se assim tivesse feito, teria circunscrito seu perdão àqueles que o entregavam à morte. Mas não. Nesse momento, Seu coração se expandiu e abraçou toda a humanidade, de todos os tempos, num grande clamor, num grande grito de perdão, implorando ao Pai em favor de nós.

Mensagens finais

site destaque 2019 bispocelebradomingoderamos 5

Com a Santa Missa caminhando para o final, o Pároco, Pe. Marcus Vinicius Macedo, dirigiu um agradecimento especial ao Bispo, ao conselho econômico e a todos que ajudaram na concretização da obra de restauração da Capela do Santíssimo, lembrando que não havia dinheiro algum do setor público ou privado, apenas a generosidade do povo de Deus.

- Dom Edney, muito obrigado, não somente por nos brindar a abertura dessa Semana Santa com tanta unção e piedade, mas também pelo apoio que o Sr. sempre nos oferece e incentiva para com os projetos de sua Catedral. Hoje, mais uma vez, vamos dando um passo para que os católicos dessa cidade devolvam uma pérola arquitetônica e artística, que é a Catedral e que celebra seus 150 anos.

site destaque 2019 bispocelebradomingoderamos 6

Após o traslado do Santíssimo para sua Capela, agora restaurada, o Epíscopo também falou brevemente:

- A Catedral é verdadeiramente uma joia e sua beleza artística está aos poucos sendo recuperada. Nunca devemos nos esquecer de que foi a fé do povo de Deus quem primeiro imprimiu nas paredes dessa Igreja tudo o que ele é. A Catedral deve corresponder a sua vocação: de ser a Igreja Mãe de todas as Igrejas dessa Diocese e de ser um farol evangelizador, não só para a cidade de Nova Friburgo, mas para os 18 outros municípios que compõem nossa querida Diocese. Portanto, eu que digo ‘parabéns’ e ‘muito obrigado’.

Texto e fotos: Diogo Quadra
link hotsite3

PARÓQUIAS DA DIOCESE

 

Pensamento da Semana

 O que nos dá alegria e nos aproxima de Deus devemos buscar para os irmãos.

Dom Edney Gouvêa Mattoso