facebook  webmail-2  IOS NOVO  AND NOVO  anuario-icone 

norte-apos-reforma-capela-santo-antonio-e-reinaugurada-em-laranjaisNa noite de 13 de outubro, após quatro meses de reforma, a Capela Santo Antônio, instalada na...
sede-ano-do-laicato--comunidade-de-riograndina-celebra-festa-de-nossa-senhora-do-rosarioCom Tríduo festivo, Santas Missas, momentos de oração, recitação diária do Santo Rosário e...
sede-ano-do-laicato--comunidade-dedicada-a-sao-francisco-celebra-o-padroeiroNa Paróquia Santo Antônio e São Francisco de Assis, situada no Centro de Nova Friburgo, os...
cenaculo-com-maria-e-festejos-a-nossa-aparecida-sao-realizados-na-dioceseCelebrar Nossa Senhora Aparecida é sempre um momento único para os católicos brasileiros,...
bispo-e-diocese-se-despedem-do-pe-luis-fernando“Da missão de um Bispo, esse é o momento mais difícil, o momento mais triste”. A citação de...

SEDE: ANO DO LAICATO - Pastoral da Saúde celebra São Camilo junto aos enfermos em hospital

Para celebrar São Camilo de Lellis, protetor dos enfermos e dos hospitais, a Pastoral da Saúde preparou um Tríduo festivo, realizado na Capela do Hospital Municipal Raul Sertã, em Nova Friburgo, entre os dias 11 e 13 de julho. Santas Missas e orações pelos enfermos enriqueceram estes dias de celebração, profundamente vivenciados pelos leigos que atuam nessa pastoral.

site sede 2018 missamelouvorasaocamilo 1

Além dos enfermos, que viram na programação uma oportunidade de clamar por uma benção a Deus, estavam presentes nas celebrações: religiosas, leigos e leigas atuantes na Pastoral da Saúde, que levam Jesus Eucarístico e uma palavra amiga aos convalescentes, não somente no hospital, mas nos lares em toda a cidade.

Na tarde de 14 de julho, data na qual a Igreja celebra São Camilo, teve lugar a Missa presidida pelo Assessor da Pastoral da Saúde no Vicariato Sede, Pe. Marcelo Piller, com o Sacramento da Unção dos Enfermos. Muitos fiéis confiaram à intercessão de São Camilo as suas intenções, depositando aos pés da imagem do santo os seus pedidos.

site sede 2018 missamelouvorasaocamilo 3

“Com alegria celebramos a festa de São Camilo de Lelis! Que a nossa Eucaristia, a nossa ação de graças a Jesus, seja cada dia mais bonita por saber quantos irmãos e irmãs responderam ao chamado de Cristo: vem e segue-Me, vivendo também as obras de misericórdia: estive doente e me visitas-Te, cuidas-Te de mim”. Com essas palavras o sacerdote iniciou a Missa em louvor a São Camilo, recordando o exemplo deste santo que cuidou dos enfermos com todo o seu amor.

Pe. Marcelo convidou cada um dos presentes na celebração a apresentar ao Senhor todas as suas enfermidades, sejam elas físicas ou espirituais. Recordando aos participantes que a Palavra de Deus deve ser vivida no agora, o sacerdote enfatizou que assim fez São Camilo, aplicando em sua vida todo amor amo próximo, que Cristo nos deixou por herança. “Somos uma Igreja a caminho. É prova de amor dar a vida pelos irmãos”.

Falando aos enfermos, Pe. Marcelo enfatizou que todo ser humano tem suas debilidades e fraquezas, e mesmo que o físico esteja bem é preciso sempre cuidar do espírito. O sacerdote também afirmou que “Jesus é o Salvador da pessoa humana. Ele curava as doenças corporais, mas também as espirituais”. Dando continuidade, alertou aos profissionais da saúde, sejam eles médicos, enfermeiros, entre outros, a cuidar com amor daqueles que Deus lhes confiou.

site sede 2018 missamelouvorasaocamilo 4

A história de São Camilo também teve lugar especial na pregação, sobre a qual o presbítero destacou uma profunda característica deste santo: cuidar dos enfermos totalmente, tratando o corpo e o espírito, levando sempre uma palavra amiga e de salvação. Para concluir, Pe. Marcelo aconselhou aos agentes da Pastoral da Saúde, a sempre vivenciarem esta missão/vocação com amor.

O término da celebração aconteceu com o Sacramento da Unção dos Enfermos, conferido aos maiores de 60 anos e aos acometidos por alguma enfermidade. Também foram entregues ao Povo de Deus uma medalhinha benta de São Camilo de Lelis, na qual destaca-se uma curiosidade. Na imagem, o santo traz uma cruz vermelha em seu peito, símbolo que tronou-se referência de um grande movimento humanitário presente no mundo inteiro: a Cruz Vermelha.

Texto e fotos: Grasiele Guimarães

link hotsite3

PARÓQUIAS DA DIOCESE

 

Pensamento da Semana

 O que nos dá alegria e nos aproxima de Deus devemos buscar para os irmãos.

Dom Edney Gouvêa Mattoso