facebook  webmail-2  IOS NOVO  AND NOVO  anuario-icone

 

Newsletter

Inscreva-se aqui para receber as novidades da Diocese de Nova Friburgo.
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
norte-paroquia-sao-jose-incia-o-seu-ano-jubilar-pelos-115-anos-de-fundacao-do-apostolado-da-oracaoNo domingo (12/01), os paroquianos, juntamente com os membros do Apostolado da Oração,...
qbatizar-desde-crianca-para-crescer-com-a-forca-do-espirito-santoq-diz-papa-franciscoA criança sai do Batismo com a força do Espírito Santo dentro de si: “o Espírito que a...
sede-paroquia-imaculada-conceicao-celebrara-para-jubileu-de-esmeraldaHá quarenta anos foi criada a Paróquia Imaculada Conceição, situada no Jardim Ouro Preto –...
sede-paroquia-sao-roque-realiza-pelo-terceiro-ano-projeto-pequenos-reis-magosPelo terceiro ano consecutivo, a Pastoral Catequética da Paróquia São Roque, situada em...
sede-cf-2020-comissao-organizadora-da-abertura-oficial-prossegue-no-planejamento-do-eventoPela segunda vez, a Comissão Organizadora da Abertura Oficial Campanha da Fraternidade...

“Graças a Deus o nosso olhar se volta àqueles que menos têm”, diz Bispo

Amar. Verbo que designa a ação daquele que ama a outrem ou a si mesmo, definido pelo o Dicionário Aurélio como uma disposição dos afetos para querer ou fazer o bem a algo ou alguém. Diante de tantos conceitos e significados sobre o que é amar na essência da palavra, o Papa Francisco instituiu 19 de novembro de 2017 como o I Dia Mundial do Pobre, dando para este verbo que designa ação, uma verdadeira missão para os cristãos: ‘Não amar por palavras, mas com obras/gestos’. Neste dia, o Bispo Diocesano, Dom Edney Gouvêa Mattoso, presidiu a Santa Missa na Casa dos Pobres São Vicente de Paulo, em Nova Friburgo, às 10h.

site diocese 2017 diamundialdopobre 6

‘Meus filhinhos, não amemos com palavras nem com a boca, mas com obras e com verdade’ (1 Jo 3, 18). Este trecho da 1ª Epístola de São João foi citado na Mensagem do Sumo Pontífice para o I Dia Mundial do Pobre, na qual Sua Santidade pende aos cristãos “que este novo Dia Mundial se torne, pois, um forte apelo à nossa consciência crente, para ficarmos cada vez mais convictos de que partilhar com os pobres permite-nos compreender o Evangelho na sua verdade mais profunda. Os pobres não são um problema: são um recurso de que lançar mão para acolher e viver a essência do Evangelho”. (Mensagem para o 1º Dia Mundial do Pobre).

Gesto Concreto

Diante de tamanha missão, a Diocese de Nova Friburgo mobilizou um gesto concreto para este dia. No Vicariato Sede, as paróquias arrecadaram biscoitos, café, leite e outros itens revertidos em prol da Casa dos Pobres, em Nova Friburgo; e da Casa de Recuperação de Dependentes Químicos, situada em Cachoeiras de Macacu. Nos demais Vicariatos, foram recolhidas fraldas geriátricas, caixas de leite e material de limpeza direcionados à Toca de Assis, Recanto dos Idosos e Casa do Idoso, no Litoral; e para os Asilos dos municípios de Carmo, Cantagalo, Itaocara e Trajano de Moraes, no Norte. Todos os itens foram entregues em 19 de novembro.

Santa Missa na Casa dos Pobres

Na manhã do I Dia Mundial do Pobre, nos minutos que antecediam à Celebração Eucarística, os residentes da Casa dos Pobres, que atualmente acolhe 160 pessoas, receberam centenas de itens ofertados carinhosamente pelos diversos paroquianos de Nova Friburgo. Antes saciar os moradores com o pão da palavra e a Sagrada Comunhão, Dom Edney acolheu a estes irmãos com carinho, abraços e uma palavra amiga a cada um. Tendo início a Santa Missa, o Epíscopo afirmou que este I Dia Mundial do Pobre convida todos à reflexão de uma realidade de todos os dias. “Esta data não se confina no ato de 24 horas. Ela se prolonga por cada dia de nossas vidas no compromisso, na dedicação, não apenas numa espécie de sossego da consciência, mas verdadeiramente um comprometimento com todas as formas de pobreza que assolam o nosso mundo”.

site diocese 2017 diamundialdopobre 27

Ditas estas palavras, Dom Edney destacou uma intenção especial: rezar não somente pelos moradores da Casa dos Pobres, mas também, de modo muito especial, pelos que experimentam o abandono e ainda estão pelos recantos deste mundo. Na oportunidade, felicitou à Irmã Adriana pela ocasião de seu aniversário natalício.

Dirigindo-se às religiosas da Congregação das Filhas da Caridade de São Vicente de Paulo, comentou que se não fosse o amor, a dedicação e o compromisso delas e de tantos leigos e leigas para com os assistidos muitos destes não estariam mais aqui. “Essa casa vive do comprometimento de muitas pessoas que tiram do seu sustento para ajudar a manter essa obra de caridade. A Casa dos Pobres é um acontecimento muito bonito na Diocese de Nova Friburgo. Temos outras casas nos Vicariatos Norte e Litoral. Graças a Deus o nosso olhar se volta àqueles que menos têm”, enfatizou.

site diocese 2017 diamundialdopobre 2

Na homilia, o Prelado refletiu sobre a Liturgia da Palavra. Primeiramente, falou acerca do Evangelho (Mt 25,14-30), narrativa da Parábola dos Talentos. “Não importa quantos talentos Deus nos deu. Importa que saibamos coloca-los a serviço de todos. Pode ser um talento muito simples, pode ser um sorriso generoso, como vi em muitos aqui, que acolhem e recebem com aconchego”.

A Primeira Leitura deste dia: o Provérbio número 31, traz uma reflexão sobre a mulher virtuosa. Apesar de nas Sagradas Escrituras a virtuosa não ser identificada, nos dias atuais esta mulher se multiplica e pode ter diversos nomes e sobrenomes, entre eles: Filhas da Caridade de São Vicente de Paulo. Afinal, estas mulheres virtuosas da atualidade se doam não somente para os seus, mas em prol dos irmãos mais necessitados. Diante de tão propícia Liturgia, Dom Edney complementou.

- Esta leitura não coloca para nós uma figura de muitos talentos e sim a mulher virtuosa, que é o esteio da casa. Mas, em nossos dias ela está muito desvalorizada. No Provérbio são utilizadas expressões muito simples, se referindo à ela como uma dona de casa, que faz da melhor maneira possível, e com todo o amor, aquilo que Deus lhe confiou. Hoje, todos querem ser caciques, mas poucos estão dispostos a servir, sobretudo, no anonimato, escondidos, sem aparecer muito. É muito diferente quando fazemos um ofício com amor e quando fazer apenas por ter algo a receber. Antes de encerrar a pregação, o Bispo falou a respeito do amor oblativo, tão evidenciado nos Evangelhos e nas Cartas Paulinas, conduzindo todos à uma meditação.

- Hoje, é um dia muito especial para uma reflexão mais profunda. Primeiro, sobre a transitoriedade das coisas. Tudo é muito passageiro. Nenhum de nós terá condições de levar consigo nada desse mundo e a única veste que levaremos para junto de Deus é a caridade, como sinônimo de amor. Nada mais! Não levaremos títulos, propriedades, bens. Aqui somos somente administradores daquilo que Deus coloca em nossas mãos e temos que utilizar para fazer o bem, principalmente aos mais necessitados. Foi muito feliz a lembrança e a escolha do Santo Padre para esta ocasião. Mas, gostaria de lembrar que é apenas um dia que nos recorda com mais intensidade um compromisso para a nossa vida toda.

site diocese 2017 diamundialdopobre 44

Agradecendo às irmãs e a todos os voluntários que se dedicam aos moradores, Dom Edney concluiu. “A Casa dos Pobres é uma escola da vida”. Falando em nome de toda a Congregação das Filhas da Caridade, a Irmã Adriana Aparecida dos Santos, que este convite feito pelo Papa a toda a Igreja, é algo muito importante, pois ajuda na reflexão de tudo o que acontece no mundo de hoje. “Estamos vivendo uma realidade, tão injusta na qual muitas vezes este outro lado está tão esquecido pelos poderes públicos. Este é o momento de nos unirmos como Igreja, pois a nossa missão é essa: voltar os nossos olhos para os que necessitam”.

- Atualmente, temos 160 acolhidos. Se fossemos receber outros, entrariam mais 100 hoje, de tantos na fila de espera. A nossa realidade de Nova Friburgo é um desafio para a Igreja. Que possamos revigorar diante desta Eucaristia a nossa audácia como Igreja, para podermos ir onde as nossas ovelhas estão precisando. Queremos agradecer por esta mobilização das paróquias para estas doações. O custo para manter nossa casa hoje é muito alto. Fazemos a experiência dia-a-dia das Mãos de Deus sobre esta casa. São os preferidos Dele que estão aqui e Ele não deixa nada faltar.

Antes da benção final, o Epíscopo falou a respeito do exemplo de amor e cuidado que é possível encontrar na casa dos pobres, pois muitos dos residentes cuidam uns dos outros e se ajudam.

Concelebraram o Coordenador Diocesano de Pastoral e Pároco de São Roque, Pe. Alexandre Albuquerque, e o Assessor Diocesano das Pastorais Sociais e Pároco de Nossa Senhora das Graças, Pe. Gilmar Rodrigues.

Cachoeiras de Macacu

As paróquias de Cachoeiras de Macacu, incluindo os distritos de Japuíba e Papucaia, arrecadaram diversos tipos de alimentos para encaminhar à Casa de Recuperação de Dependentes Químicos Senhor Jesus. Os itens foram entregues também no Dia Mundial do Pobre (19/11).

site diocese 2017 diamundialdopobrecachoeirasdemacacu

Participaram deste momento o Vigário Episcopal Sede e Pároco da Matriz Nossa Senhora Imaculada Conceição, em Cachoeiras de Macacu, Pe. Lukasz Kaczmarek, o Pároco de Sant’Ana, em Japuíba, Pe. Rodrigo Fonseca, e paroquianos de ambas as comunidades. Na ocasião, o grupo rezou a oração do Terço da Misericórdia, havendo ainda uma reflexão da Palavra. Ao final, todos partilharam um bolo.

Veja mais fotos na nossa página no Flickr. Clique aqui

Texto e fotos: Grasiele Guimarães
link hotsite3

PARÓQUIAS DA DIOCESE

 

Pensamento da Semana

 O que nos dá alegria e nos aproxima de Deus devemos buscar para os irmãos.

Dom Edney Gouvêa Mattoso