facebook  webmail-2  IOS NOVO  AND NOVO  anuario-icone

 

Newsletter

Inscreva-se aqui para receber as novidades da Diocese de Nova Friburgo.
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
norte-paroquia-sao-jose-incia-o-seu-ano-jubilar-pelos-115-anos-de-fundacao-do-apostolado-da-oracaoNo domingo (12/01), os paroquianos, juntamente com os membros do Apostolado da Oração,...
qbatizar-desde-crianca-para-crescer-com-a-forca-do-espirito-santoq-diz-papa-franciscoA criança sai do Batismo com a força do Espírito Santo dentro de si: “o Espírito que a...
sede-paroquia-imaculada-conceicao-celebrara-para-jubileu-de-esmeraldaHá quarenta anos foi criada a Paróquia Imaculada Conceição, situada no Jardim Ouro Preto –...
sede-paroquia-sao-roque-realiza-pelo-terceiro-ano-projeto-pequenos-reis-magosPelo terceiro ano consecutivo, a Pastoral Catequética da Paróquia São Roque, situada em...
sede-cf-2020-comissao-organizadora-da-abertura-oficial-prossegue-no-planejamento-do-eventoPela segunda vez, a Comissão Organizadora da Abertura Oficial Campanha da Fraternidade...

“O nosso modo de agir, viver e ser com os outros, também evangeliza”, reflete Bispo

Centenas de fiéis se reuniram na noite do dia 5 de fevereiro na Catedral Diocesana São João Batista, em Nova Friburgo. O motivo? Agradecer a Deus pelos 60 anos de vida do Bispo, Dom Edney Gouvêa Mattoso. Além dos paroquianos, Comunidades, Movimentos e Pastorais de outras paróquias também foram ao templo para a Santa Missa de Ação de Graças, que foi presidida pelo aniversariante.

2 Aniversario Natalicio de Dom Edney na Catedral - fevereir 6

“Quero agradecer por este momento”, disse Dom Edney cumprimentando os presentes nos ritos iniciais. A homilia foi conduzida pelo Reitor do Seminário, Pe. José Ruy Corrêa Junior. Com uma pregação voltada para o Evangelho do dia (Mt 5,13-16), que abordava sobre o sal e a luz, o sacerdote exortou aos fiéis a importância de dar sabor e iluminar a vida dos irmãos.

- Jesus Cristo, no trecho que meditamos hoje no Sermão da Montanha, ensina os Seus Discípulos com símbolos muito simples: o sal e a luz. Símbolos muito simples e se tentarmos entender uma conexão entre eles, ambos prestam um serviço fundamental. O sal que conserva da corrupção, da podridão, que dá o sabor, e a luz que ilumina. Não valeria de nada termos óleo se não houvesse a luz que dá o contorno, as cores, que nos mostra o mundo e a beleza do que Deus criou. Serviços muito simples tanto do sal quanto da luz, mas fundamentais.

3 Aniversario Natalicio de Dom Edney na Catedral - fevereir

E complementou.

- Outra coisa em comum: esses dois elementos só conseguem realizar o seu trabalho quando se perdem, quando se gastam. Se há uma luz em qualquer lugar do universo ela é o resultado da queima de algum tipo de energia. A luz é sempre produto de uma queima, de uma combustão, de algo que se perde para que a luz possa irradiar calor, brilho. O sal também, na medida em que o colocamos nas coisas, ele vai se perdendo, se misturando, se desfazendo. Somete desse jeito cumprem a sua missão.

Tendo como exemplo o dom da vida, refletiu: “Hoje celebramos o dom da vida do nosso Bispo Diocesano. Da mesma forma é a vida, ela só consegue ser sinal de Deus, de força e de luz, se também a perdemos. Alguém já tentou conservar a própria vida? Jesus nos diz que aquele que tentar vai perdê-la. Não dá para guardar o tempo”.

- O Papa São João Paulo II dizia em suas mensagens que o jovem tem medo de uma coisa. O jovem não tem medo do perigo, da aventura, de lançar-se, mas tem medo de uma vida sem sentido. Dá medo ouvir hoje no Evangelho que o sal pode perder o seu sabor, que a luz pode ser colocada debaixo de algum lugar que restrinja o seu brilho, dá medo! Também dá medo quando conhecemos a luz do Evangelho, quando conhecemos Jesus Cristo, passarmos a nossa vida sem rastro, sem bem, sem luz, sem força. Escutei uma vez de um padre que estava comemorando seu aniversário que a vida não se mede pelo tempo passado, mas pelas pessoas que foram tocadas por ela. Pois é isso: onde vão sentir o meu gosto, a minha luz? Vão sentir o meu gosto e a minha luz aquelas pessoas com as quais me encontrei.

“Para nós que acreditamos em Jesus Cristo, ser sal e luz não é viver por nossa conta, não é gastar a vida do nosso jeito, não é estabelecermos um plano. Para nós ser sal e luz é levar Jesus aos outros! É Nele que temos força e luz. É Nele que encontramos sabor”.

Antes da Bênção Final, o grupo jovem da Catedral convidou Dom Edney para a parte da frente do presbitério e prestou uma homenagem ao Prelado, rezando com a comunidade uma Ave Maria. Em sua fala, o Vigário Geral e Pároco, Pe. Marcus Vinicius Macedo, relatou que o jardim dedicado a São João Batista – que não foi inaugurado neste dia por conta da chuva – era um desejo antigo do Prelado.

- Receba, querido Bispo, este presente que tem um esforço dessa comunidade, o carinho de tantos colaboradores. Sempre comentávamos que ‘Dom Edney sonha que a Catedral possa aparecer emoldurada’, o sonho já está acontecendo. Receba desta forma o nosso presente leal, amigo, sincero, e que sejamos também essas delicadas flores no seu coração de pai e pastor.

“Quero agradecer o carinho, a amizade e a proximidade. Cada vez mais me sinto amado e amo profundamente esta cidade que há sete anos me acolheu”, disse o Prelado agradecendo o afeto da comunidade. Complementando a fala do Pe. José Ruy, afirmou: “É uma responsabilidade nossa enquanto católicos sermos sal e luz” e “O nosso modo de agir, viver e ser com os outros, também evangeliza”.

Concluindo, deixou uma mensagem aos fiéis: “Pelo simples fato de sermos batizados, somos chamados a ter uma vida de santidade como grande meta da nossa existência. E como realizamos isso? Cada um dentro da vocação a que Deus chamou, procurando fazer o que for melhor”.

Concelebraram o Vigário Geral e Pároco, Pe. Marcus Vinicius Macedo; o Reitor e o Vice Reitor do Seminário Diocesano, Padres José Ruy Corrêa Junior e Fernando Pacheco, respectivamente; e o Vigário Paroquial da Catedral, Pe. Cláudio Menezes. Estiveram presentes o Mestre de Cerimônias da Diocese, Pe. Lourenço Ferronato, EP; os Diáconos que serão ordenados sacerdotes no próximo dia 11 de fevereiro: Fabrício Salomão, Higor Moraes, Rafael Archetti e Yves Mozer; o Diácono Permanente João Luiz de Moraes; e o Prefeito de Nova Friburgo com sua esposa, Renato Bravo e Cristina.

Texto e fotos: Monara Teixeira

link hotsite3

PARÓQUIAS DA DIOCESE

 

Pensamento da Semana

 O que nos dá alegria e nos aproxima de Deus devemos buscar para os irmãos.

Dom Edney Gouvêa Mattoso