facebook  webmail-2  IOS NOVO  AND NOVO  anuario-icone

 

Newsletter

Inscreva-se aqui para receber as novidades da Diocese de Nova Friburgo.
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
norte-paroquia-sao-jose-incia-o-seu-ano-jubilar-pelos-115-anos-de-fundacao-do-apostolado-da-oracaoNo domingo (12/01), os paroquianos, juntamente com os membros do Apostolado da Oração,...
qbatizar-desde-crianca-para-crescer-com-a-forca-do-espirito-santoq-diz-papa-franciscoA criança sai do Batismo com a força do Espírito Santo dentro de si: “o Espírito que a...
sede-paroquia-imaculada-conceicao-celebrara-para-jubileu-de-esmeraldaHá quarenta anos foi criada a Paróquia Imaculada Conceição, situada no Jardim Ouro Preto –...
sede-paroquia-sao-roque-realiza-pelo-terceiro-ano-projeto-pequenos-reis-magosPelo terceiro ano consecutivo, a Pastoral Catequética da Paróquia São Roque, situada em...
sede-cf-2020-comissao-organizadora-da-abertura-oficial-prossegue-no-planejamento-do-eventoPela segunda vez, a Comissão Organizadora da Abertura Oficial Campanha da Fraternidade...

“Ninguém chega a plenitude da vida sem passar pela morte”, reflete Dom Edney

Celebrar o Dia dos Fiéis Defuntos, esta foi a missão da Igreja Católica no dia 2 de novembro. O Bispo Diocesano, Dom Edney Gouvêa Mattoso, presidiu a Eucaristia na Capela Mortuária São João Batista, pertencente ao cemitério de mesmo nome, em Nova Friburgo. Centenas de fiéis participaram da cerimônia e rezaram pelos seus entes queridos. Além da Santa Missa com o Prelado, outros quatro sacerdotes celebraram no local ao longo do dia.

finados

Concelebraram a Santa Missa o Vigário Geral e Pároco da Catedral, Pe. Marcus Vinicius Macedo, e o Reitor do Seminário Imaculada Conceição, Pe. José Ruy Corrêa Junior. Participaram os Diáconos em preparação para o Sacerdócio, Higor Moraes e Rafael Archetti, seminaristas e o povo de Deus. Os membros da Comunidade Católica Shalom ficaram responsáveis pela liturgia da Celebração Eucarística e fizeram um trabalho de acolhida e oração com as famílias dentro do cemitério durante todo o dia.

- O desejo obstinado de Jesus é fazer a Vontade do Pai. Rezamos o Pai Nosso e na oração que o Senhor no ensinou dizemos: ‘Seja feita a Vossa vontade’ e não nos damos conta que o desejo de Deus coincide com a nossa felicidade. Não a felicidade que julgamos ser melhor para nós, mas aquela que nos plenifica em Deus. Toda a nossa passagem pelo o mundo é marcada por esta vontade soberana de Deus. O que o Pai quer? Ele deseja a nossa salvação – com essas palavras Dom Edney iniciou a homilia.

E continuou.

- Muitas vezes essa passagem pelo mundo é tumultuada, turbulenta, difícil, sofrida, e é justamente aqui que não conseguimos entender onde está vontade de Deus. ‘Será que Deus quer que eu sofra?’ ‘Que eu morra?’ Não! A vontade de Deus é a nossa felicidade e para que sejamos felizes, muitas vezes Ele nos permite passar por uma espécie de acrisolamento para que purificados das nossas misérias, das nossas contradições, possamos nos aproximar Dele como Ele quer nos ver: isentos, puros, felizes para a eternidade.

O Bispo lembrou Santo Ambrósio, que na leitura própria para o Dia de Finados diz que a morte é o remédio para o mal dos males: o pecado. - A eternidade para nós seria muito penosa. Por isso, a morte coloca um fim a esta caminhada de sofrimentos, de dificuldades, de doenças, de envelhecimentos, e nos faz entrar numa realidade, segundo a qual São Paulo diz “Coisas que os olhos não viram, nem os ouvidos ouviram, nem o coração humano imaginou, tais são os bens que Deus tem preparado para aqueles que o amam” – frisou o Bispo e exortou – A nossa esperança está em Deus e nada neste mundo pode nos dar esta paz, esta quietude da certeza que estamos caminhando para a vida.

finados2

Sobre a perda dos entes queridos, pontuou que Deus é pelos Seus Filhos e nunca os abandona.

- Somos seres a caminho, estamos caminhando, e esse tempo de existência que Deus nos concede nos faz perceber isso, inclusive nos momentos em que somos obrigados a experimentar a dolorosa perda. Quantos aqui já não fizeram esta experiência da dor pela perda de um ente querido, que estava até então conosco e agora não está mais. Somos assaltados pela insegurança, percebemos que nada é capaz de sustentar a vida neste mundo, absolutamente nada: somente Deus é por nós. Na hora que o Senhor nos chama, temos que ir ao encontro Dele.

Dom Edney também falou sobre o apego aos bens materiais, as vaidades, a fama, lembrando que ninguém levará nada deste mundo, que tudo passa: “Tudo vai passar. Somente uma coisa não passa: Deus!”. A respeito do Evangelho do dia, pontuou que Jesus cumpriu os desígnios de Seu Pai não perdendo nenhum daqueles que Lhes foram confiados. “As Palavras do Senhor são de Verdade. E quando ele diz ‘Eu não vou perder nenhum daqueles que o Pai me confiou’, Ele garante isso com Sua Vida, Morte e Ressurreição”.

- O dia de hoje não deve ser marcado pelo desespero, pela angústia da certeza da morte que também nos atingirá, mas um dia em que renovamos a nossa esperança, a nossa certeza que não fomos criados para morte, mas a enfrentamos para chegar na vida em plenitude. Ninguém chega a plenitude da vida sem passar pela morte. E aqui, esta senhora que São Francisco chamava ‘a dama morte’, não passa de um momento necessário da existência.

Em uma profunda exortação, Dom Edney salientou que nossa passagem por este mundo é curta e que devemos viver da melhor maneira possível.

- A vida é curta, muito curta, não desperdicemos permitindo que no nosso coração se aninhem sentimentos de ódio, de indiferença, de mágoas. Não permitamos isso! E tudo o que pudermos fazer por alguém, principalmente aqueles que amamos, não poupem: façam! Não poupem aquelas expressões de carinho, de amor que podemos dar uma pessoa, pois depois só vão ficar as lembranças, mais nada. O que você puder fazer por alguém faça agora!

O Prelado finalizou a pregação citando as três virtudes teologais explicando que a fé e a esperança são para este mundo e que a única coisa que cada um levará para junto de Deus será a caridade que foi capaz de fazer. Antes da bênção final, Dom Edney convidou os presentes a rezarem uma Ave Maria. Nos principais cemitérios da cidade de Nova Friburgo foram celebradas Santas Missas.

Texto e fotos: Monara Teixeira

link hotsite3

PARÓQUIAS DA DIOCESE

 

Pensamento da Semana

 O que nos dá alegria e nos aproxima de Deus devemos buscar para os irmãos.

Dom Edney Gouvêa Mattoso