facebook  webmail-2  IOS NOVO  AND NOVO  anuario-icone

  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
bispos-e-seminaristas-do-regional-leste-1-participam-de-missaBispo, Formadores e Seminaristas do Regional Leste I da Conferência Nacional dos Bispos do...
norte-comunidades-celebram-nossa-senhora-aparecidaAs comunidades do Vicariato Norte da Diocese de Nova Friburgo celebraram com grande fervor a...
bispo-e-sacerdotes-ordenados-apos-2009-participam-de-encontroO Bispo Diocesano, Dom Edney Gouvêa Mattoso, e os sacerdotes ordenados após o ano de 2009...
sede-paroquia-santa-edwiges-celebra-a-padroeiraCelebrar os festejos em honra à padroeira. Este foi o motivo pelo qual a comunidade da...
bispo-preside-missa-de-um-ano-de-dedicacao-do-oratorio-dos-arautosO Oratório Nossa Senhora de Fátima, no Parque São Clemente – Nova Friburgo, completou um ano...

Bispo Diocesano preside Santa Missa de Ramos em Nova Friburgo

Centenas de fiéis se reuniram na manhã do dia 20 de março em Nova Friburgo para, unidos ao Bispo Diocesano, Dom Edney Gouvêa Mattoso, celebrarem o Domingo de Ramos. A Solenidade, que relembra a entrada de Jesus em Jerusalém, teve início na Praça Getúlio Vargas com a bênção dos Ramos e foi seguida de procissão até a Catedral de São João Batista. A cerimônia abriu oficialmente a programação da Semana Santa.

raos

Na Praça Getúlio Vargas, foi realizada a primeira parte litúrgica com a bênção dos Ramos, e posteriormente, Dom Edney falou aos fiéis.

- Vamos perceber durante todos os relatos da Paixão que a figura do Rei, que é Jesus, mesmo diante do flagelo, da perseguição, das calunias e da própria cruz, figura, portanto, do Servo de Javé, ela se mistura com as ovelhas e não se empalidece por isso. Uma frase de Nosso Senhor que bem sintetiza o que estou dizendo é a que Ele disse a Pilatos: ‘Ninguém tira a minha vida. Eu a dou livremente’.

“Ele ofereceu a Si mesmo para nos mostrar exatamente este caminho que agrada a Deus: a oferta singela, sincera, da nossa própria existência voltada para o Pai, assumindo todas as dificuldades e contratempos da vida com os olhos bem firmes no Senhor”, disse o Prelado refletindo sobre o Sacrifício Salvífico de Jesus.

Depois, Clero e fiéis saíram em procissão até a Catedral. Na igreja, foi feita a segunda parte litúrgica. O Bispo começou a pregação lembrando as meditações deste período.

- Todos os anos somos convidados a meditar já no Domingo de Ramos sobre a Paixão do Senhor. Na mesma linha da motivação inicial que fiz na Praça Getúlio Vargas, vamos passar por todas essas etapas da Paixão de Cristo, mas com olhar na Ressurreição. Aqui se trata de um Rei que entrega livremente a Sua Vida para resgatar todas as nossas vidas, ou seja, de todas as gerações.

raos1

O Prelado falou sobre a segunda leitura do dia, extraída da Carta de São Paulo aos Filipenses (Fl 2,6-11).

- A segunda leitura de hoje tem muito a nos dizer, pois esta atitude de serviço de Nosso Senhor começa já na Encarnação do Verbo. Quando a Segunda Pessoa da Santíssima Trindade se encarna no seio da Virgem Maria, ali Ele já assumiu não somente a nossa vida com todas as suas contingências, mas também a nossa morte. Quando São Paulo fala aos Filipenses, deixa muito claro isso: ‘existindo em condição divina, não fez do ser igual a Deus uma usurpação’. Ou seja, encarnado Ele não se valeu da prerrogativa divina, deixou isso tudo para trás. Mas, encarnou a nossa existência, viveu a nossa vida como homem, obediente até a morte, e morte de cruz.

“A cruz é a consequência desta obediência, do cumprimento deste plano de amor e Misericórdia de Deus por nós. Isso está condensado em uma frase bem pequena deste longo Evangelho que acabamos de ouvir: ‘Pai, perdoa-lhes! Eles não sabem o que fazem!’.”, frisou o Bispo.

Dom Edney prosseguiu a pregação falando sobre as misérias humanas e o atual cenário do Brasil, destacando as manifestações, os problemas relacionados à saúde, entre outros.

- A nossa história está sendo passada a limpo. Momentos mais felizes, sem dúvida alguma, nos aguardam. Confiantes no Cristo, que passou por todos os momentos da Paixão, entregue de um lado para o outro, negado, blasfemado, caluniado, entregue a própria sorte, mas vitorioso. Esse Cristo Vitorioso que nos leva a assumir também o nosso protagonismo.

E finalizou.

- É preciso respirar ares de Ressurreição! Passar com o Cristo, com Ele e nunca sem Ele. Sempre iluminados pela Palavra de Deus, fortificados por esta Palavra, alimentados pela oração que nos dá o sentido, a meta, o rumo que devemos seguir para viver intensamente na presença de Deus, buscando sempre mais o Seu Reino que é feito de justiça, de paz, de concórdia e de fraternidade. Que o Ano da Misericórdia nos ajude a compreender mais essas entranhas de amor que Deus tem por nós, manifestadas em Jesus que não virou o Seu Rosto, mas que O entregou na confiança Daquele que jamais O abandonaria na morte.

A Santa Missa foi concelebrada pelo Vigário Geral e Pároco, Pe. Marcus Vinicius Macedo, pelo Reitor do Seminário, Pe. José Ruy Correa Junior, e pelo Vice-reitor, Pe. Gustavo Cinne. Participaram o Mestre de Cerimônias e responsável pelos Arautos do Evangelho em Nova Friburgo, Pe. Lourenço Ferronato, EP, e os Diáconos Transitórios, Fabrício Mello e Yves Mozer.

Texto: Monara Teixeira

link hotsite3

PARÓQUIAS DA DIOCESE

 

Pensamento da Semana

 O que nos dá alegria e nos aproxima de Deus devemos buscar para os irmãos.

Dom Edney Gouvêa Mattoso