facebook  webmail-2  IOS NOVO  AND NOVO  anuario-icone 

 

Newsletter

Inscreva-se aqui para receber as novidades da Diocese de Nova Friburgo.
sede-templo-de-riograndina-completa-121-anos-de-construcao-e-paroco-celebra-seis-anos-de-posseNa noite de 18 de outubro, a comunidade de Riograndina, em Nova Friburgo, teve vários motivos...
sede-celebracoes-a-santa-edwiges-acontecem-com-triduo-festivoEntre os dias 13 e 16 de outubro de 2017, a Paróquia Santa Edwiges, situada no bairro Vale dos...
litoral-paroquia-nossa-senhora-da-saude-promove-xxv-encontro-de-jovens-em-casimiro-de-abreu“E por isso é que foi dito: Desperta, ó tu que dormes, levanta-te dentre os mortos e Cristo...
comunidade-de-sumidouro-acolhe-bispo-em-visita-pastoralTer a alegria de receber o Sucessor dos Apóstolos em sua comunidade. Esta foi a experiência...
litoral-encerramento-do-ano-mariano-e-realizado-nas-matrizes-paroquiais“Na imagem de Nossa Senhora Aparecida, ‘há algo de perene para se aprender’. Deus ofereceu ao...

“Sem verdade e sem justiça não pode existir paz”, reflete Bispo

Centenas de jovens deste território episcopal se reuniram na Matriz Paroquial de São Sebastião, no distrito de Lumiar, em Nova Friburgo, para o Jubileu da Juventude, evento relacionado ao Ano Santo da Misericórdia, e para o Dia Mundial da Juventude (DMJ). O dia 19 de março também foi marcado pela Solenidade de São José. Na programação, animação, palestras, apresentações teatrais, Adoração ao Santíssimo Sacramento, testemunho e Santa Missa com o Bispo, Dom Edney Gouvêa Mattoso, marcaram a data.

jubileu juventude jovens2

Às 9h, as atividades começaram com louvor e acolhida. Logo após, todos participaram atentamente da Adoração ao Santíssimo Sacramento presidida pelo Reitor do Seminário Diocesano, Pe. José Ruy Correa Júnior, que entre suplicas e exortações conduziu os jovens a clamar pela Misericórdia de Deus.

- Senhor a Tua Juventude se senta aos seus pés, como aquele dia na Galileia: Nosso Senhor subiu ao monte e toda aquela multidão envolta do Dele ansiosa para ouvir a Tua Palavra, para ser curada pelo Teu Olhar, pelo Teu Toque, pela Tua Presença. Jesus fala ao Coração da Tua Juventude. Dai-nos Senhor a graça de termos os nossos ouvidos afinados para que possamos ouvir a Tua Palavra e prontamente proclamá-la. Dá-nos a graça Jesus de termos o coração voltado para Ti, fala com a Tua juventude Senhor.

Antes da oração do Terço da Misericórdia, após a leitura do Sermão da Montanha (Mateus 5, 1-12), o Sacerdote refletiu sobre as bem-aventuranças. Dando continuidade, intercedeu pelas lideranças juvenis, pelas vocações e pelos que se encontram perdidos nos vícios, suplicando a cura daqueles que estão desanimados, vivendo na monotonia, para que uma obra nova seja realizada em suas vidas.

Na sequência, o Vigário Paroquial de Santa Maria Madalena, Pe. Celso Diniz, deu início a uma pregação abordando a temática da Misericórdia. - Quando Deus perdoa, Ele nos refaz, nos recria, Ele cria vida nova. Por isto, peça a Deus para este seu coração, que tantas vezes é petrificado pela dor, seja transformado pelo Espírito Santo em um novo coração, num coração de carne, como profetizou o Profeta Ezequiel, capaz de amar, de ter misericórdia, de se compadecer. E mais, capaz de receber o perdão de Deus, um coração que é capaz de receber a Misericórdia.

Recordou as palavras do Papa Francisco na abertura deste Ano Santo Extraordinário. “Deixai Deus vos surpreender”. Contou ainda três histórias de experiência com a Misericórdia Divina: a de um Padre, a de uma Jovem e a de um Soldado de guerra mutilado. Depois, refletiu sobre o que é a Misericórdia, destacando um pensamento de Santo Agostinho: “A misericórdia é a compaixão que o nosso coração experimenta pela miséria alheia, que nos leva a socorrê-la, se assim nós pudermos”.

Terminada a pregação, foi apresentado o teatro ‘Zé da Viva Fé’, que a cada cena abordava as Obras de Misericórdia Corporais: Dar de comer a quem tem fome; dar de beber a quem tem sede; vestir os nus; dar abrigo aos peregrinos; assistir aos enfermos; visitar os presos; enterrar os mortos. As atividades matinais foram encerradas com uma reflexão sobre a Misericórdia, momento no qual dois grandes mantos, um vermelho e outro azul, cobriram os participantes simbolizando o sangue e a água que jorraram do Coração de Jesus ao ser transpassado pela lança. A proposta desta dinâmica era fazer com os jovens se sentissem tocados pela Misericórdia Divina.

Após o almoço, momentos de louvor, entre outras atividades continuaram a programação, que também contou com um testemunho de Alex Barboza Rosa. Na oportunidade, o jovem falou sobre o mundo das drogas e lembrou aos presentes a importância de nunca perder a fé e voltar ao primeiro amor: Deus. Vale destacar que durante o dia diversos Sacerdotes atenderam os jovens em Confissão.

Santa Missa

A Santa Missa foi presidida pelo Bispo e concelebrada pelo Vigário Geral, Pe. Marcus Vinicius Macedo, pelo Reitor do Seminário, Pe. José Ruy, pelo Pároco e responsável pelo evento, Pe. Jorge Eduardo Coimbra, pelo Assessor do Setor Juventude, Pe. Gleison Lima, e pelo Pe. Wander Santos. O Mestre de Cerimônias da Diocese, Pe. Lourenço Ferronato, EP, também esteve presente. Logo no início da pregação, Dom Edney falou sobre São José.

jubileu juventude bispo

- A Igreja no mundo inteiro celebra São José no dia de hoje, cuja pessoa na Sagrada Escritura é narrada de forma muito singela, mas ao mesmo tempo com uma profundidade enorme. É dito que ele era um homem justo, mais do que isso, era um homem de fé. Se nos reportarmos à figura dele no seu tempo, vamos ver que foi um verdadeiro herói, pois foi chamado a participar de algo que ninguém jamais poderia imaginar. Tanto que a primeira atitude dele foi de proteger a Virgem Maria, pois sabia muito bem que se ela fosse encontrada grávida antes do casamento, seria apedrejada, disse o Prelado recordando a passagem bíblica extraída do Evangelho de São Mateus 1,16.18-21.24a. Continuando, o Bispo recordou que o esposo de Maria é um belo exemplo a ser seguido.

- Um homem justo, de fé, que é para nós hoje um verdadeiro modelo para imitarmos. Um verdadeiro modelo de alguém que soube ouvir o chamado de Deus, acolhendo em sua vida e seguindo até as últimas consequências. Sabemos que a vida de São José não foi fácil. Já com o Menino em tenra idade teve que fugir para o Egito levando a Mãe e Jesus, para de lá voltar somente depois que o perigo havia passado.

O Prelado também se dirigiu aos jovens lembrando o seu protagonismo na sociedade atual. “Os jovens do nosso tempo também são chamados a viver os grandes desafios que a vida hoje nos impõe, muitas vezes de forma heroica e até silenciosa.” E reforçou: “Não falta gente para acusar os jovens, dizer que não pensam em nada, que só querem saber de brincadeira. Os jovens são jovens, mas cada vez mais vão dando testemunho de responsabilidade e de protagonismo também”.

jubileu juventude jovens

- No início da Santa Missa pedi que rezássemos hoje pelo nosso Brasil e pelas dificuldades que o país vem enfrentando. Normalmente, digo que vocês são o futuro. Eu mudei isso, pois vejo que os jovens hoje já estão desenhando o futuro. Essas coisas que vem acontecendo, as descobertas de tantas situações que vem sujando a história, estão sendo protagonizadas por jovens, que assumem atualmente cargos importantes e que estão trabalhando como São José pela justiça, na busca incessante da verdade. Sem verdade e sem justiça não pode existir paz, frisou o Bispo.

“A Igreja olha para os jovens como sinal de grande esperança em todos os setores. Cada vez mais ela deposita responsabilidades nos jovens, para que eles dentro dela assumam os compromissos da fé.” Completou: “O Papa Francisco vem falando muito sobre isso: da Igreja se autocompreender como missionária e cada um de vocês pode e deve contribuir muito com isso”.

Ao final, Pe. Jorge fez os tradicionais agradecimentos aos que trabalharam e tornaram a realização do evento possível. Os jovens aproveitaram a ocasião para fazer registros fotográficos com o Bispo.

Texto: Grasiele Guimarães e Monara Teixeira

link hotsite3

PARÓQUIAS DA DIOCESE

 

Pensamento da Semana

 O que nos dá alegria e nos aproxima de Deus devemos buscar para os irmãos.

Dom Edney Gouvêa Mattoso