facebook  webmail-2  IOS NOVO  AND NOVO  anuario-icone  icone mariano branco3 

 

Newsletter

Inscreva-se aqui para receber as novidades da Diocese de Nova Friburgo.
bispo-preside-santa-missa-da-natividade-de-sao-joao-batista-na-catedral“Viva João Batista, viva o precursor! Porque João Batista, anunciava o Salvador!” Este refrão...
sede-corrida-e-caminhada-de-sao-joao-batista-e-sucesso-em-nova-friburgoFé e esporte. Eis uma combinação perfeita para quem deseja estar bem com a saúde de corpo e da...
norte-comunidade-corban-promove-segundo-encontro-vocacional-deste-anoNo dia 25 de junho a Comunidade Católica Corban promoveu o 2º Encontro Vocacional de 2017. A...
sede-nao-ha-nada-mais-misericordioso-do-que-o-coracao-de-jesus-afirma-bispoNo dia da Solenidade do Sagrado Coração de Jesus, o Bispo Diocesano, Dom Edney Gouvêa Mattoso,...
clero-se-reune-em-cantagalo-para-dia-de-santificacaoO Clero da Diocese de Nova Friburgo se reuniu no dia 22 de junho para o Dia de Santificação....

Congresso da Pastoral Familiar é realizado em Nova Friburgo

OUTU FamiliaCom o tema: “Santidade, família educadora na fé”, a Diocese de Nova Friburgo realizou nos dias 3 e 4 de outubro o 1º Congresso da Pastoral Familiar. O evento aconteceu nas dependências do Colégio Anchieta, em Nova Friburgo, no Vicariato Sede. Aproximadamente 600 pessoas passaram pelo local nestes dias entre Sacerdotes, Diáconos, convidados, seminaristas, congressistas e colaboradores. O Bispo Diocesano, Dom Edney Gouvêa Mattoso, presidiu a Santa Missa de encerramento.

Na cerimônia de abertura foram convidados a compor a mesa o Bispo Diocesano; o Vigário Geral, Pe. Marcus Vinícius Macedo; os Vigários Episcopais, o Assessor Espiritual Diocesano da Pastoral Familiar, Pe. Jandir Corrêa; os Assessores Vicariais; o Casal Regional da Pastoral Familiar, José Santos e Natividade; o Casal Diocesano da Pastoral Familiar, José Armando e Léa Maria; e os Casais Vicariais.

Nos momentos iniciais o Prelado saudou os integrantes da mesa e acolheu os congressistas. Na oportunidade destacou o Sínodo dos Bispos sobre a Família, que teve início neste domingo, 4, no Vaticano.

- O tema da Família hoje ocupa, com certeza, um lugar central na vida da Igreja. Teremos agora no mês de outubro o Sínodo das Famílias e pedimos a oração de todos para que os Bispos, Padres Sinodais, reunidos com o Santo Padre, o Papa Francisco, possam de fato ir ao encontro dos grandes desafios que afetam a família no mundo de hoje. O tema escolhido para este congresso: “Santidade, família educadora na fé”, é de fato um desafio. A busca da santidade será sempre desafiadora, porque nos confronta a todo o momento.

Destacou ainda os ataques que a Igreja tem sofrido devido o combate em prol da família.

- A cada dia nós assistimos o multiplicar de ataques à família. Quando falo de ataques a família, olhando um pouco adiante, ataques a Igreja. São instituições que se colocam na contramão de tudo aquilo que temos acompanhado e visto como corrosão de valores de princípios, enfim de tudo que sustenta a sociedade humana que nunca foi tão agredida e questionada (...). O Homem quer caminhar por si e se afasta de Deus buscando uma emancipação que ele não poderá atingir sem Deus. No fundo é aquela célebre tentação: “sereis como Deus”, lá dos nossos primeiros pais (Adão e Eva).

OUTU Familia G

No plenário foram abordados temas da atualidade, tais como: Documento Humanae Vitae. E hoje nos século 21, quais os seus confrontos, ministrado pelo Bispo referencial da Pastoral Familiar Leste I e doutor em Teologia Moral, Dom Augusto Dias Duarte; A desconstrução da Família; A Família no designo de Deus; Princípios práticos para a defesa da Família, ministrados pelo doutor em Teologia e professor de Teologia Moral, Pe. José Eduardo de Oliveira e Silva; e “A Espiritualidade do Sacramento do Matrimônio”, ministrada pelo o Assessor Eclesiástico de Ensino Religioso da Diocese, Pe. Celso Diniz, na qual todos relembraram o dia do Casamento, através de casal de noivos vestidos a caráter.

Além das formações, os congressistas presenciaram dois testemunhos. Sendo o primeiro no sábado, do casal Luiz Cláudio e Luciana, da Paróquia Nossa Senhora da Conceição, Campo Grande – RJ, e o segundo no domingo, de Maurício Marcos Abrambres, do Apostolado Courage Brasil. Foram oferecidos 10 painéis com os temas: Método de Ovulação Billings, Teologia do Corpo, Família e Ideologia de Gênero, Courage Brasil e sobre as Pastorais: Criança, Sobriedade, Aids, Terceira Idade, Catequese Especial e Fé e Politica.

OUTU Familia G1

Santa Missa

Para encerrar o Congresso, as famílias participaram da Santa Missa com o Bispo e com sacerdotes diocesanos. Na pregação, Dom Edney recordou a passagem em que Jesus diz: “Em verdade vos digo: quem não receber o Reino de Deus como uma criança, não entrará nele” (Mc 10,15).

- O Reino de Deus é uma realidade que acolhemos com docilidade, amor e acima de tudo com confiança, desarmados, despojados de tudo aquilo que muitas vezes constitui aquele arcabouço das nossas ideias e talvez até ideologias. O Reino de Deus é acolhido por nós do mesmo modo que uma criança acolhe os conselhos e orientações dos seus pais.

Referindo-se ainda ao Evangelho de São Marcos, abordou a passagem: “No entanto, desde o começo da criação, Deus os fez homem e mulher. Por isso, o homem deixará seu pai e sua mãe e os dois serão uma só carne. Assim, já não são dois, mas uma só carne. Portanto, o que Deus uniu o homem não separe!” (Mc 10, 6-9).

- Há muita coisa dita nesses quatro versículos do capitulo 10 do Evangelho de São Marcus. Uma delas, Jesus não usa o costumeiro modo de falar ‘Naquele tempo’, Ele diz ‘Desde o começo da criação’. A criação já surge na existência exatamente desta forma: princípio masculino e princípio feminino, homem e mulher. Foi assim que Deus os criou para que fossem resplendor da Sua Imagem e Semelhança. A união do homem e da mulher é de uma sublimidade que Jesus elevou a categoria de Sacramento. Portanto, o casamento precede o Sacramento. Antes que fosse Sacramento já havia o casamento.

“O matrimônio é e será sempre, como Sacramento, indissolúvel”, lembrou o Prelado, que também falou sobre a importância da plena consciência e responsabilidade do ato de ir ao altar do Senhor e constituir uma família a partir da celebração casamento.

Sobre a constituição e relacionamento familiar, o Bispo exortou.

- Lamentavelmente a história humana, que conheceu muitos momentos de dominação, também conheceu a dominação do marido pela mulher, mas essa não foi a vontade de Deus. A mulher não é para ser dominada pelo marido. A palavra que São Paulo usa, submissa, é no amor, do mesmo modo que o homem deve sacrificar-se pela sua esposa no amor.

E complementou.

- Jesus no Evangelho de hoje vai fazer a memória exatamente dessa palavra: ‘Serão os dois uma só carne’. O que quer dizer isso? Uma só vontade, um só querer, um só desejo, ou seja, que o homem olhe para sua esposa não como alguém que está medindo forças com ele e vice-versa, mas como alguém que lhe completa e dá sentido a sua própria existência. Isso é verdadeiramente o amor!

Ao final, foram feitos os agradecimentos pela realização e organização do evento. Também foi celebrado o aniversário natalício do Pe. Jandir Corrêa. O encerramento foi marcado pelo sorteio de prêmios da rifa feita pela Pastoral Familiar.

Texto: Grasiele Guimarães e Monara Teixeira Fotos:Grasiele Guimarães

link hotsite3

PARÓQUIAS DA DIOCESE

 

Pensamento da Semana

 O que nos dá alegria e nos aproxima de Deus devemos buscar para os irmãos.

Dom Edney Gouvêa Mattoso