facebook  webmail-2  IOS NOVO  AND NOVO  anuario-icone 

 

Newsletter

Inscreva-se aqui para receber as novidades da Diocese de Nova Friburgo.

A voz do pastor

17/01/2018, 00:43
procurai-a-paz-com-todosCaros amigos, a boa convivência é parte essencial de nossa vocação cristã. Sua fonte é a perfeita...
10/01/2018, 20:44
a-paz-e-fruto-da-justica-e-da-verdadeCaros amigos, tratamos em nossa última reflexão sobre a responsabilidade que cada um deve assumir para...
02/01/2018, 16:34
construir-a-pazCaros amigos, mais um ano se inicia e, com ele, se renovam nossas esperanças por um mundo de paz e...
18/12/2017, 22:10
hoje-nasceu-para-nos-o-salvadorCaros amigos, aproxima-se o Natal. Na cidade, é notória a mobilização das pessoas: o clima natalino...
11/12/2017, 18:17
o-3-bispo-diocesano-e-nossa-senhora-de-guadalupeCaros amigos, hoje, dia 12 de dezembro, celebramos Nossa Senhora de Guadalupe, que apareceu ao índio São...

Construir a Paz

A voz do pastorCaros amigos, mais um ano se inicia e, com ele, se renovam nossas esperanças por um mundo de paz e fraternidade, onde toda a família humana possa gozar da dignidade de filhos e filhas de Deus, que se deve reconhecer em todos.

A busca pela paz é um caminho que deve ser percorrido e construído ao mesmo tempo e por todos. Somos uma só comunidade que começou e terminará no amor misericordioso de nosso Bom Deus. Por isso, devem-se instaurar relações de solidariedade e colaboração no seio da sociedade.

Na Mensagem para o 51º Dia Mundial da Paz, o Papa Francisco convida toda a Igreja a refletir sobre a situação dos migrantes e refugiados. Situação esta que começa em outros graves problemas sociais como os conflitos armados, a violência organizada, as discriminações e perseguições, o descaso dos governantes, a pobreza e falta de oportunidades de trabalho e de instrução, bem como a degradação ambiental (01/01/2018).

Em nossa cidade também se faz palpável essa realidade. Muitos são os que tiveram que deixar suas casas e ainda lutam por uma condição digna de sobrevivência e de paz, pois, desde janeiro de 2011, sofrem as consequências da tragédia climática ocorrida na Região Serrana do Rio de Janeiro. Dentre esses, alguns ainda vivem em lugares de risco e gozam de reduzido acesso a serviços sociais e de proteção.

“A falta de reações diante destes dramas dos nossos irmãos e irmãs é um sinal da perda do sentido de responsabilidade pelos nossos semelhantes, sobre o qual se funda toda a sociedade civil” (Laudato si, 25).

A construção de um mundo de paz está além do simples sentimento de piedade para com a dor dos outros. Sua edificação é inspirada e sustentada pela caridade. “Acolher o outro requer um compromisso concreto, uma corrente de apoios e beneficência, uma atenção vigilante e abrangente, a gestão responsável de novas situações complexas que às vezes se vêm juntar a outros problemas já existentes em grande número, bem como recursos que são sempre limitados” (Mensagem para o 51º Dia Mundial da Paz).

O fundamento da solidariedade encontra-se na certeza da fé que nos reúne em uma só família e que nos motiva a praticar a caridade por amor a Deus. “Todas as vezes que fizestes isto a um destes meus irmãos mais pequeninos, foi a mim mesmo que o fizestes” (Mt 25, 40). Quando, enriquecidos pelos dons do Espírito Santo, guardamos fielmente os preceitos de caridade, humildade e abnegação deixados por Nosso Senhor, anunciamos e instauramos o princípio do Reino de Deus já aqui na terra (cf. Lumen Gentium, 5). Jesus ensinou-nos que o amor é a lei fundamental da perfeição humana e da transformação do mundo. Acreditar no amor de Deus é a garantia de que todo nosso esforço para estabelecer a fraternidade universal não é vão (cf. Gaudium et spes, 38).

É importante lembrar que junto às omissões e outros pecados da assistência pública - direito de todo cidadão - soma-se também a indiferença dos cristãos, seus preconceitos e inércia ante a grande seara de Deus!

Neste ano, portanto, em que nossa querida cidade de Nova Friburgo comemora seu bicentenário, inspirados pelo olhar da fé, esforcemo-nos por acolher nossos irmãos que estão à margem da sociedade promovendo a solidariedade, a fraternidade, o desejo de bem, de verdade, de justiça; transformando nossas casas, ruas e praças em um canteiro fértil de amor e paz. Deus abençoe a todos!

Dom Edney Gouvêa Mattoso, Bispo da Diocese de Nova Friburgo
link hotsite3

PARÓQUIAS DA DIOCESE

 

Pensamento da Semana

 O que nos dá alegria e nos aproxima de Deus devemos buscar para os irmãos.

Dom Edney Gouvêa Mattoso