facebook  webmail-2  IOS NOVO  AND NOVO  anuario-icone 

 

Newsletter

Inscreva-se aqui para receber as novidades da Diocese de Nova Friburgo.

A voz do pastor

14/11/2017, 18:29
bem-aventurados-vos-os-pobres-porque-vosso-e-o-reino-de-deus-lc-6-20Queridos amigos, vivemos em um tempo de grande contradição aos conselhos evangélicos. A todo instante...
07/11/2017, 16:19
a-vida-transformadaCaros amigos, iniciamos o mês de novembro, que encontra sua tônica espiritual na Solenidade de Todos os...
30/10/2017, 17:50
arte-e-sociedadeCaros amigos, a arte é uma das expressões mais sublimes da cultura humana. Poderíamos dizer, inclusive,...
24/10/2017, 23:54
ensino-religioso-tolerancia-ou-intoleranciaCaros amigos, refletir sobre o tema da educação é urgente em nossa sociedade, cabe à Igreja, por...
16/10/2017, 21:42
educar-juntos-2017Caros amigos, nossas reflexões lançam um olhar global sobre a participação conjunta da vocação religiosa...

O Amor é comunicação

A voz do pastorCaros amigos, Pentecostes é a festa da Igreja, que é enviada ao mundo para evangelizar. Aqueles discípulos e discípulas acuados e medrosos só precisavam do impulso do Espírito Santo para que tudo aquilo que “tinham visto e ouvido” (Cfr. At 4, 20) fosse colocado em ação.

Sabemos que uma parte do que somos herdamos de nossos ancestrais, mas a outra parte, recebemos durante nossa vida: ideias, valores, objetivos, cultura, etc. Esta comunicação adquirida é objeto da missão evangelizadora inspirada pelo Espírito Santo e move os discípulos e missionários de Jesus para que o Evangelho “chegue até os confins da terra” (Cfr. At 1, 8). Também é o Santo Paráclito que ensina interiormente os seus fiéis e suscita dons e carismas “como lhe apraz” (Cfr.1Cor 12, 11).

Notemos, porém, que no processo de comunicação não conta somente o valor da mensagem e a força com a qual é veiculada, mas também a receptividade do público alvo. Neste campo, falamos em Teologia Espiritual de “docilidade”, que é fundamental para todos os discípulos de Jesus Cristo. Não é possível mudar os hábitos para se moldar ao Mestre, se não houver esta abertura de coração e espírito de fé.

Esta docilidade está intimamente relacionada com a obediência às orientações da autoridade hierárquica, já que o Mestre nos fala por meio dela. Disto podemos concluir que “(...) a prática da boa relação entre os vários dons na Igreja exige uma inserção ativa das realidades carismáticas na vida pastoral das Igrejas particulares. Isto implica sobre tudo que as diversas agregações reconheçam a autoridade dos pastores da Igreja como uma realidade interna da própria vida cristã, desejando sinceramente ser reconhecidas, acolhidas e eventualmente purificadas colocando-se ao serviço da missão eclesial. Por outro lado, os que foram investidos dos dons hierárquicos, levando a cabo o discernimento e o acompanhamento dos carismas, devem acolher cordialmente o que o Espírito suscita no seio da comunhão eclesial, tendo-o em conta na ação pastoral” (Iuvenescit Ecclesia, 20). “Porquanto Deus não é Deus de confusão, mas de paz” (1Cor 14, 33).

Dom Edney Gouvêa Mattoso, Bispo Diocesano de Nova Friburgo
link hotsite3

PARÓQUIAS DA DIOCESE

 

Pensamento da Semana

 O que nos dá alegria e nos aproxima de Deus devemos buscar para os irmãos.

Dom Edney Gouvêa Mattoso